Como Conseguir uma Carreira em UX Design: Insights do UX Careers Report-Pt1

Já imaginou ter os insights de profissionais já consolidados na área, sobre o que é importante para a carreira em UX Design? Pois a NN/g construiu o UX Careers Report, no qual foram entrevistados diversos profissionais para entender sobre a carreira em User Experience. Que tal? Continue no artigo pra descobrir o que há de melhor neste relatório!
Como Conseguir uma Carreira em UX Design: Insights do UX Careers Report-Pt1

Há muita dúvida sobre como começar uma carreira em UX Design, não é mesmo? Nós já escrevemos um artigo sobre isso, mas mesmo assim, as dúvidas continuam. E o que nós podemos fazer? Trazer mais informação e conteúdo para vocês, claro!

O User Experience Careers Report é um extenso estudo feito pela NN/g, com diversos insights sobre o que é importante para você começar a sua carreira em UX Design. Por isso, decidimos escrever 2 artigos completos para vocês com o melhor que extraímos desse relatório.

Confira a segunda parte desse artigo aqui.

Para a elaboração desse report foram entrevistados diversos profissionais e as respostas trouxeram pontos interessantes que precisam ser compartilhados! Curtiu? Quer conhecer mais sobre esse estudo? Então continue com a gente!

O que é a Nielsen Norman Group?

A Nielsen Norman Group (NN/g) é uma empresa líder em conhecimentos sobre Design de Experiência. Dentre seus trabalhos estão contemplados a redação de artigos, consultoria para empresas e organização de eventos na área de UX Design.

Seus fundadores Jakob Nielsen e Donald Norman, juntamente com outro sócio Bruce Tognazzini, são considerados pioneiros, e para muitos, os pais do Design de Experiência.

Norman e Tog trabalharam na Apple logo nos seus primeiros anos de existência e foram responsáveis por grandes projetos relacionados a UX/ UI Design.

Nielsen tem um extenso trabalho sobre usabilidade na Web, o qual desenvolveu durante seus anos de trabalho na Sun Microsystems.

Com certeza, a NN/g é um grande nome no mercado de UX Design.

Qual o objetivo do User Experience Careers Report?

O User Experience Carreers Report, escrito por Jakob Nielsen e Susan Farrell, tem como objetivo mostrar os resultados de uma pesquisa que tem como pergunta-chave a questão: "Como consigo uma carreira em UX Design?".

Dessa forma, os autores compilaram diversas informações como:

  • quais as áreas de atuação dos profissionais de UX;
  • qual sua educação acadêmica;
  • qual o nível de satisfação com UX Design;
  • quais as lições aprendidas de quem já tem uma carreira em UX.

Farrel e Nielsen esperam clarear as ideias sobre quais os caminhos e quais passos a se tomar para conseguir estabelecer uma carreira em User Experience.

Dessa forma, conduziram a pesquisa com um número alto de participantes e bem diversificado!

Dica de Leitura: 11 Medos Que Te Impedem de Migrar para UX Design

Dados da pesquisa

Mais de 960 profissionais responderam aos formulários de pesquisa do User Experience Careers Report.

O total de participantes estava bem dividido com relação ao tempo de carreira em UX. Quase metade estava no começo da sua trajetória — 6 anos ou menos na profissão— e a outra metade já possuía mais experiência na área — 7 anos ou mais.

70% dos participantes estavam nos EUA, UK, Canadá ou Austrália. Lembrando que os países correspondem ao lugar onde os participantes moram e não necessariamente à sua nacionalidade. A pesquisa quis mostrar aonde que as pessoas trabalham, tendo em vista que é muito fácil mudar de país, hoje em dia, através do UX/UI Design.

As informações do relatório são bem completas e trazem insights interessantes, começando com repostas para a mais essencial pergunta da área: O que é UX Design?

O que é UX Design?

O User Experience Report traz um panorama sobre o que é Experiência do Usuário.

Os pontos que se destacam para responder essa questão são:

UX Design, ainda, engloba diversas disciplinas, tornando essa profissão multidisciplinar.

A imagem acima de Dan Saffer exemplifica bem a questão das disciplinas que o UX Design trabalha. Contudo, esses campos não são fixos e outras disciplinas ou diferentes visões podem ser agregadas, como a visão de Elizabeth Bacon:

Tendo em vista esse grande leque de disciplinas, chegamos à questão: com o que os UX Designers trabalham?

Dica de Leitura: O Que É UX Design?

Em quais áreas os profissionais de UX trabalham?

O User Experience Careers Report pesquisou em quais áreas os UX Designers trabalhavam ou já haviam trabalhado.

  • 94% já trabalharam no desenvolvimento de Sites e Aplicativos para Web;
  • 67% em aplicativos para mobile;
  • 60% em aplicações para empresas;
  • 54% para aplicações para desktop.

Outras respostas apareceram na pesquisa como:

  • Propaganda;
  • Agricultura;
  • Software de Banco;
  • Design de Serviços;
  • entre muitos outros.

Por meio dessa parte da pesquisa, conseguimos observar que o trabalho de um UX Designer pode ser aplicado em diversas áreas e campos, mas aparecem mais forte em Apps e Web Sites.

Conforme as empresas, de diversos setores, forem ganhando maturidade em UX, a profissão tem potencial para atingir diversos mercados. Afinal, UX Design pode ser aplicado a, praticamente, qualquer produto.

Mas apesar do UX Designer ter bastante abertura em diversas áreas, será que ele está satisfeito com o que faz?

Qual é o nível de satisfação de um profissional de UX?

Farrell e Nielsen, disponibilizaram aos pesquisados, uma escala de satisfação com o trabalho. Eles poderiam responder entre 1 — nada satisfeito — e 7 — completamente satisfeito.

Os resultados foram compilados no gráfico:

A pesquisa mostrou que a grande maioria, 81%, dos profissionais está satisfeito com as suas carreiras. E os motivos são os seguintes:

  • Ele se sentem bem recompensados e valorizados;
  • Veem seu trabalho melhorando a vida das pessoas;
  • Gostam de conseguir usar todas as suas habilidades;
  • Se sentem engajados em resolver os problemas com Design Centrado no Usuário.

A média geral de satisfação foi de 5,4 pontos, de 7 do total. Ou seja é uma média alta.

Apesar de, naturalmente, haver pessoas insatisfeitas com o trabalho, o motivo da insatisfação é o que mais nos chama a atenção. As pessoas se sentem desmotivadas, não por trabalhar em UX propriamente dito, mas por estarem em um trabalho que dificulta o uso de suas habilidades com User Experience.

Alguns insights sobre os profissionais que se sentiam insatisfeitos:

  • Eles querem conseguir mais conhecimento e mais treinamento, para se sentirem mais confiantes com o seu trabalho;
  • Eles querem ter mais atividades de UX no trabalho;
  • A empresa onde trabalham não dá o suporte necessário para a área de UX Design.

Ou seja, a insatisfação é mais sobre a empresa que atuam e sobre a vontade de aprender e usar mais o UX no dia a dia.

Dica de Leitura: 10 Razões que fazem UX Design uma Profissão Incrível

Satisfação com salário e benefícios

A pesquisa também questionou os participantes sobre sua satisfação com relação aos salários e benefícios que recebiam.

O que se pode observar é que a satisfação com relação aos salários está bem alta — sendo a média 5,2 de 7.

Esses dados complementam os insights que já divulgamos sobre uma outra pesquisa, feita pela InVision, que mostra um aumento salarial de 84% das equipes de UX Design nos últimos 2 anos. Além da expectativa de aumento de mais 20% no próximo período.

Qual é o perfil ideal do profissional de UX?

Qual é o perfil ideal para se trabalhar com UX Design?

É claro que essa resposta depende de uma série de variáveis, mas o User Experience Careers Report conseguiu trazer alguns insights interessantes sobre esse tema.

Em primeiro lugar, não é preciso ter trabalhado com Design. Como nós já falamos diversas vezes, não é preciso ter um Background em Design para migrar para UX Design.

Você vai se identificar com o UX Design, se você:

  • Quer desenhar melhores soluções para os produtos e seus usuários;
  • Curte um bom design, mas repudia um design pobre com más funcionalidades;
  • Gosta de organizar as coisas;
  • Gosta de deixar seu trabalho mais eficiente, pensando no fluxo de trabalho e em como melhorá-lo.

A pesquisa ainda identificou algumas qualidades em comum entre os profissionais de UX/UI Design que responderam a pesquisa:

  • Gostar de aprender;
  • Solucionador de quebra cabeças;
  • Querem fazer a diferença no mundo e na vida das pessoas;
  • Gostam de simplificar as coisas;
  • Gostam de aperfeiçoar e inventar coisas;
  • Entendem as pessoas/ usuários.

Além dessas qualidades, o relatório ressalta bastante as habilidades comportamentais, de diversos tipos:

  • Empatia;
  • Persuasão;
  • Comunicação e escrita;
  • Paciência;
  • Curiosidade;
  • Tenacidade.

Nós já escrevemos um artigo sobre como as Soft Skills são importantes. Confira:

Todas essas qualidades e habilidades são importantes para as atividades exercidas pelo UX Designer.

Quais as atividades e as responsabilidades do UX Designer?

Uma das preocupações dessa pesquisa, era de entender quais papéis, dentro do UX, cada um dos participantes executa em seu trabalho.

Quando falamos em papéis, Farrell e Nielsen definem 3 tipos:

  • UXR: UX Research;
  • IXD: Interaction UX;
  • IA: Information Architecture.

Dado esses 3 papéis, observamos que muitos profissionais exercem mais de um deles no mesmo trabalho:

No total de entrevistados, existe uma parcela que apenas são líderes das equipes de UX, sem participar dos processos de Design em si. Eles apenas entrevistam e contratam os profissionais de UX.

Os gráficos ilustram como os UX Designers exercem cada um dos papéis/ disciplinas no seu trabalho. Em um primeiro momento, pode ser comum achar que os papéis são únicos por pessoa. Mas a verdade é que na prática o UX Designer precisa desempenhar multifunções.

Esse tipo de profissional multidisciplinar é conhecido como T-shape, aquele que vai de ponta a ponta no processo de UX/UI Design. Esse é o tipo de conhecimento que as empresas mais buscam nos profissionais e é um dos focos do nosso Bootcamp MID.

Dica de Leitura: UX/UI Design: Quais São os Diferentes Termos da Área?

As atividades e habilidades de um UX Designer

De acordo com a User Experience Report, essas são as 10 principais atividades de um UX Designer:

  1. Apresentar soluções e conceitos;
  2. Comunicação persuasiva;
  3. Analisar tarefas e atividades;
  4. Construir protótipos e Wireframes;
  5. Colaborar com demais especialistas;
  6. Reunir requisitos;
  7. Especificar o Design de Interação;
  8. Conduzir estudos de usabilidade;
  9. Criar storyboards, Jornada do Usuário e fluxogramas;
  10. Fazer revisões de design ou valorização de heurísticas.

Apenas 20% dos entrevistados disseram que a programação também faz parte do seu dia a dia, e aproximadamente 1/3 dos respondentes respondeu que gostaria de ter habilidades de programação; 47% disseram não querer ou precisar programar.

Além das atividades, os participantes colocaram algumas outras habilidades que são importantes para a carreira do UX Designer:

Concluindo a primeira parte

Nessa primeira parte da análise do User Experience Carreers Report, mostramos que UX é uma área multidisciplinar e que não é preciso um background em Design para começar. Além de mostrar o quão satisfeitos os profissionais estão com as suas carreiras.

Na segunda parte, vamos falar mais sobre os estudos e como se preparar para começar a trabalhar em UX Design! Não perca a segunda parte!

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.
Faça parte da comunidade Aela no Telegram!
Receba nossos conteúdos e notícias em primeira mão