Carreira Em UX Design: 9 Dicas Para Começar

É normal ficarmos um pouco perdidos quando estamos num processo de mudança de carreira. Algumas dicas no início dessa caminhada são importantes para você conseguir se direcionar melhor! Confira neste artigo dicas importantes para você começar a sua carreira em UX Design.
Carreira Em UX Design: 9 Dicas Para Começar

Migrar de carreira não é algo fácil. No início, você pode se sentir sem saber para onde ir e isso é extremamente normal. Afinal de contas, é um mundo cheio de possibilidades e novidades.

Pensando nisso, compilamos uma lista com dicas importantes para te direcionar no início da sua migração para UX/UI Design. São pontos importantes que você deve levar em consideração para te ajudar a conseguir o máximo de aprendizado nessa sua nova jornada.

Confira abaixo, todas as dicas!

1) Entenda os motivos que fazem você querer migrar para UX Design

Assim como em qualquer carreira/ profissão, a questão da satisfação pelo trabalho é sempre algo que se deve levar em conta. O primeiro passo para começar uma carreira em UX Design é entender os motivos pelos quais você quer fazer essa mudança.

UX Design possui uma lista bem extensa que conta com diversos motivos pelos quais os UX Designers sentem-se felizes com a carreira:

"Com o UX e UI, eu consegui realmente impactar positivamente a vida das pessoas, entender suas dores e necessidades e poder entregar o meu melhor para elas." Diogo Alvarez

Acima listamos apenas alguns exemplos, mas você pode conferir as 10 Razões Que Fazem do UX Design Uma Profissão Incrível

2) Estude os processos de UX Design

Uma pesquisa feita pela NN/g perguntou para os entrevistados quais responsabilidades eles têm ou já tiveram ao trabalhar com UX Design.

A pesquisa resultou em 3 grandes atividades: pesquisa com usuário, design de interação e arquitetura da informação. Embora essas atividades não sejam surpreendentes como responsabilidades de um UX Designer, o mais interessante foi que 43% dos entrevistados responderam que atuam nas 3 atividades.

O que a pesquisa mostra é que os profissionais tendem a praticar mais de uma atividade, mesmo que relacionada a UX Design.

Se você quer começar uma carreira em UX é importante se dedicar aos estudos de todos os processos de UX. É claro que sempre haverá uma atividade com a qual você lidará melhor e se tornará mais especialista. Mas isso não exclui o fato de que as empresas precisam de profissionais que saibam atuar em várias atividades.

3) Não se prenda ao seu background

Fonte: 2019 Product Design Hiring Report by InVision

Para migrar para UX Design não é necessário ter background na área. Você pode encontrar diversas pesquisas e estudos que compravam isso nesse nosso artigo: Preciso Ter Background em Design para Migrar para UX?

Ao contrário desse pensamento, algo importante a ser levado em consideração é justamente ter outros Backgrounds.

Possuir experiências e um background diverso é um diferencial para quem quer começar a carreira em UX Design. Muitos alunos do nosso Bootcamp MID vieram de Backgrounds diferentes e, no final, concluíram que isso os ajudou muito em sua carreira em UX Design.

"UX Design é uma profissão que engloba várias outras áreas, como Psicologia e Processos. Dessa forma, ter um background diferente é interessante, pois alguma bagagem da sua carreira anterior vai ser aproveitada." Diego Crovador

"Depois de ter conseguido migrar, consigo enxergar diversos pontos em c omum entre o Direito e o UX Design. Hoje, percebo que muito do meu background é bem útil em UX." Maria Resende

" Toda a experiência é válida para as outras funções que você desempenha. Por exemplo, eu fique muito tempo trabalhando com atendimento ao público, o que hoje me ajuda na comunicação e na empatia na hora de aplicar testes com usuários." Fabia Coelho

Invista nas Soft Skills

Tendo em vista que ter de um Background diverso não interfere na sua carreira em UX Design, é importante ressaltar o que pode fazer diferença para você nesse processo.

As Soft Skills são muito importantes em diversas áreas, e não poderia ser diferente em UX Design.

Soft Skills são habilidades comportamentais importantes que o UX Designer deve possuir para melhorar seu trabalho e conseguir melhores resultados em seus projetos.

Alguns exemplos de Soft Skills importantes para você:

  • Boa Comunicação;
  • Desapego;
  • Autonomia e trabalho em equipe;
  • Empatia;
  • Curiosidade

Dica de Leitura: 5 Soft Skills para Você Fazer a Diferença Como Designer.

4) Se possível, escolha bem seu primeiro emprego

Quando se deparar com as primeiras oportunidades de trabalho, dê preferência para a posição que te possibilite trabalhar com diversas atividades em UX Design — se você tiver a possibilidade de escolha, claro. Desde pesquisa com usuários e testes de usabilidade até design de interface.

A primeira experiência é importante para você colocar em prática seus aprendizados teóricos em UX, além de melhorar suas Soft Skills e se familiarizar com todos os processos dessa nova carreira.

Adicionalmente, pesquise as empresas que sejam mais maduras com relação a UX. Aquelas que sabem de sua importância, reconhecem UX como sendo uma área estratégica e tenham orçamento para investir na área.

Começar em uma empresa que proporciona esses fatores, com certeza aumenta a velocidade do seu aprendizado.

5) Siga UX Designers nas redes sociais

Uma das melhores maneiras para se atualizar sobre o mercado de UX é seguir UX Designers nas redes sociais. Seja no LinkedIn, Twitter ou em plataformas como o Medium.

Além de se atualizar, é interessante ler sobre suas opiniões, dicas e experiências. Essa é uma boa maneira de se manter motivado e inspirado.

Veja algumas indicações de Designers para seguir:

6) Use seu LinkedIn e monte um portfólio

O LinkedIn é uma rede social/ ferramenta importante para estabelecer networking, consumir conteúdo e procurar oportunidades de emprego.

Tendo isso em mente, é indispensável que você tenha um perfil no LinkedIn. Mas claro, não se esqueça de mantê-lo atualizado!

No LinkedIn, siga empresas e profissionais que você admira para se manter atualizado e ler as opiniões e tendências desses criadores de conteúdo.

Além do LinkedIn, uma ferramenta indispensável para o UX Designer é o portfólio.

É por meio dele que você mostrará para as empresas como que é o seu trabalho e qual a sua linha de raciocínio para resolver os problemas.

O portfólio é uma vitrine de todo o seu potencial como Designer além de demonstrar sua personalidade. Tudo isso de uma forma mais moderna e particular. Trata-se de uma ferramenta mais maleável do que um currículo comum.

Dica de Leitura: Você Utiliza Corretamente o LinkedIn?

Mas como eu posso ter um portfólio se sou iniciante?

O primeiro pensamento que vem à cabeça quando se está começando em UX Design é exatamente esse. Se não tenho experiência, como posso montar um portfólio?

Você não precisa colocar em seu portfólio trabalhos reais que fez. No começo, é mais difícil mesmo compilar trabalhos, mas você pode utilizar projetos de exercícios.

Projetos-exercício são feitos em caráter de aprendizado e não realmente para algum cliente/ empresa.

Por exemplo, em nosso curso Bootcamp Master Interface Design (MID), a cada nível há um exercício prático fictício que pode resultar em um projeto para compor seu portfólio inicial. Os mentores do curso são bem rígidos com relação aos exercícios, fazendo com o que o nível do seu projeto seja alto!

Muitos alunos do nosso curso utilizaram os exercícios do MID em seu portfólio.

"Fiz uma entrevista e consegui montar um portfólio da noite para o dia. Juntei 3 peças mais um case completo, utilizando os exercícios do Bootcamp MID. Apresentei o portfólio e passei no processo." Joyce Almazan

"Além disso, durante o Bootcamp eu fui montando meu portfólio através dos projetos de UX, interface, e redesign propostos e das orientações meticulosas dos mentores e da ajuda da Comunidade Aela no Slack. Então, tudo o que eu ia fazendo, eu utilizava como recurso para compor meu portfólio e apresentar nas entrevistas." Fabia Coelho

7) Conecte-se com outros designers

Conectar-se com outros profissionais é muito importante. O networking é algo essencial para qualquer profissão, principalmente no início de carreira.

Participar de comunidades de UX Design permite que você troque ideias e experiências com quem já passou ou com quem está passando por uma situação igual a sua. Além disso, é bastante comum oportunidades de emprego serem divulgadas dentro das comunidades.

Nas comunidades é até comum você conseguir algum mentor que possa te ajudar no começo da sua carreira.

A Aela possui uma comunidade para os alunos do MID. É incrível a troca de experiências, ideias e parceria que existe ali. Nossos mentores também participam ativamente, o que faz com que haja muito aprendizado e conhecimento também.

8) Estude, estude e depois estude um pouco mais

O caminho para começar a carreira em UX Design não é fácil e não há como dizer o contrário. Mas não é impossível.

Uma dica que pode ser mais um puxão para a realidade é: não existem atalhos.

Nosso mentor Felipe falou um pouco sobre como os estudos são importantes para migrar para UX Design, confira o video:

Você tem que se dedicar e ter determinação. Por isso, estude muito! Consuma bastante conteúdo. O fácil acesso à informação permite que você consiga boas fontes de aprendizado e conhecimento. Portanto, custos e investimentos não são mais uma desculpa para você não estudar.

A Aela tem o compromisso de trazer os melhores conteúdos por meio de nossos artigos, vídeos no Youtube e Podcast. Fique ligado e se inscreva na nossa Newsletter!

Além do nosso Blog, você pode acessar diretamente os sites da NN/g e da IDEO que possuem conteúdos sobre UX Design.

Adicionalmente, assista vídeos e palestras e leia livros. Veja abaixo as indicações de livros dos nosso mentor Felipe.

Além de buscar conteúdo gratuito, uma grande fonte de aprendizado e conhecimento advém de cursos, como o nosso Bootcamp Master Interface Design (MID).

9) Conheça o Bootcamp MID

Um curso é uma grande fonte de conhecimento e aprendizado para você começar a sua carreira em UX Design.

Nós sabemos que existem diversas dificuldades na hora de se escolher um curso ou até há a dúvida se é preciso fazer uma faculdade para migrar para UX Design.

Foi pensando nisso e em diversos outros fatores — como falta de conhecimento prático, grades curriculares ultrapassadas, carga horária inflexível e alto investimento financeiro — que criamos o Bootcamp Master Interface Design.

O intuito desse curso é conseguir suprir as deficiências e dificuldades que as pessoas encontram ao tentar migrar para UX e que, muitas vezes, as impossibilitam de conseguir o conhecimento e prática necessários para alcançar esse objetivo de carreira.

Os nossos mentores atuam no mercado nacional e internacional de UX e fazem o acompanhamento de cada aluno, direcionando-os da melhor forma na execução de cada projeto proposto por nível do Bootcamp.

Essa abordagem garante que os alunos realmente apliquem o conhecimento adquirido em cada nível do curso e os possibilita a construir um portfólio focado em UX.

É um curso bem completo e se você quer saber mais sobre ele, acesse esse artigo: O que é o Bootcamp Master Interface Design?

Ou se preferir, manda uma mensagem pra gente!

Veja o que alguns alunos falam do MID

"As aulas são muito boas. Há muito projetos ao longo do curso e você consegue ir sentindo sua própria evolução através do desses projetos. Acho que a exigência é muito boa também, porque somos treinados para detalhar ao máximo nosso portfólio, o que é essencial em UX/UI Design. Para quem migrar para essa área, recomendo que faça!" Daniel Hidelbrant

"O mais importante é encontrar um curso como o MID. Ele vai te ajudar a entender melhor os conceitos e a desenvolver projetos que você pode usar como portfólio para buscar oportunidades." Diego Crovador

"Sobre o MID, no começo eu não sabia nada sobre UX. Comecei do zero e me o curso me ajudou muito. Desde a parte de software, a atitude de pensar no usuário, o que você está fazendo e porque está fazendo. Foi o que me salvou em Dublin. Acho que sem isso, eu não teria conseguido nem a primeira oportunidade.Inis Leahy

Encontrei o Bootcamp MID e ele ampliou meus horizontes, melhorou meus conceitos, métodos de desenvolvimento e processos.” Neudson Costa.

Dica de Leitura: O que Falam do MID? – Depoimentos de Alunos

Fazer a transição de carreira não é algo fácil. Mas esperamos que com essas dicas você consiga ter um direcionamento de como começar a fazer esse movimento.

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.