Entrevistas
Da Publicidade Para UX Design — Entrevista Com Luka Vasconcelos
Lista de conteúdos
Entrevistas

Da Publicidade Para UX Design — Entrevista Com Luka Vasconcelos

Luka, formada em publicidade, conta como prefere o modelo de trabalho em UX, com uma equipe multidisciplinar que está sempre em contato uns com os outros.

Ela ainda compartilha dicas interessantes para quem deseja migrar para UX Design.

Luka, nos conte sobre seu background antes de migrar para UX Design.

Eu sou formada em publicidade. No início da minha carreira eu queria ser Diretora de Arte, mas por não gostar muito do clima de agências grandes, eu comecei trabalhando em lugares menores, fazendo de tudo um pouco. Com o passar do tempo, fui mudando de ideia e comecei a querer ter experiência em agências maiores.

Consegui vaga em alguns lugares bem legais, mas foi só a confirmação de que eu não gostava tanto da cultura de publicidade, apensar do gostar do meu trabalho. Então, decidi ver o que eu poderia fazer com a minha experiência como Diretora de Arte e acabei entrando em uma consultoria.

Nesse lugar, a gente trabalhava muito com o formato de design thinking, metodologia que eu achei muito interessante. Passei a estudar mais sobre o assunto e nessa busca por informação, acabei encontrando o UX Design e me identifiquei demais com o assunto!

Comecei a procurar lugares onde eu poderia aprender mais e encontrei o site da Aela — o resto é história, e vou contar aqui um pouco durante essa entrevista.

Dica de Leitura: Design – Estou Na Profissão Errada?

O que você trouxe da Direção de Arte para o UX?

Eu acho que muito do desapegar de ideias  —  se eu criei alguma solução que achei que seria super legal e alguém falou não, tudo bem, vamos então repensar e entender como podemos melhorar essa criação. Isso foi algo muito importante que a publicidade me ensinou.

Outra lição muito importante que levei para o UX foram as soft skills  —  conseguir conversar com o cliente e entender suas dores e não a solução que ele busca. Todas as questões de relacionamento, trabalhar em equipe, com pessoas que podem gerar conflitos, entre outros.

Entendendo as dores do cliente. Projeto Wikipedia - Nivel 3 Bootcamp MID- Luka Vasconcelos

Conta um pouco sobre o seu trabalho atual como UX Designer

Estou trabalhando como UX Design na Indra, empresa de soluções de tecnologia que faz consultorias. Lá, temos uma equipe multidisciplinar. O sistema interno que estamos trabalhando é muito grande, então acabamos dividindo nosso trabalho em partes para irmos atacando de forma eficiente — e o UX está presente em quase todas as partes.

Montamos um grupo com o cliente, com o Product Owner, Developer, bastante gente, para entender o que o sistema precisa fazer naquela parte e a minha parte é colocar isso em tela. Então, entender quais são as necessidades e como passar isso do papel para o produto final.

Trabalhamos bastante também com a metodologia Agile, scrum e o kanban também. Eu estudei muito essas metodologias quando estava no processo de aplicar para a vaga, então não tive muito problema de adaptação quando entrei, apesar de ser a primeira vez que estava trabalhando com elas.

Dica de Leitura: Por Que Times Balanceados São Importantes em UX Design?

Na sua opinião, uma pessoa que queira migrar para o UX precisa estudar essas metodologias ou ter um conhecimento geral é suficiente?

Eu acho que se você está entrando em uma vaga júnior, é interessante dar uma pesquisada para já ter um pouco de conhecimento quando for começar a trabalhar com essas metodologias. Fora isso, não é algo que vai impedir a contratação da pessoa.

Eles sabem o seu nível e sabem o que esperar de você. Se você trabalhar com um time multidisciplinar, é muito provável que outras pessoas também não conhecerão a fundo todas essas metodologias, mas é legal ter um conhecimento superficial para facilitar o seu trabalho.

Isso se for para vaga mais júnior. Se você quiser entrar direto em uma posição de maior senioridade, aí precisa conhecer sim.

Personas e Jornada do Usuário. Projeto Wikipedia -Nivel 3 Bootcamp MID- Luka Vasconcelos

Quais os desafios você está encontrando por vir de uma área diferente do UX?

Eu acho que a maior diferença é não abrir o Photoshop e trabalhar constantemente com essa ferramenta. O pacote Adobe era tudo na minha vida quando eu trabalhava com publicidade e agora ele não é nada.

Essa foi uma grande diferença, porém, honestamente, não me impactou muito. Eu já estava trabalhando muito com os projetos do Bootcamp Master Interface Design (MID), então posso dizer que estava um pouco preparada para essa mudança.

A diferença que mais me marcou foi trabalhar em equipe de verdade. A experiência que eu tinha era cada um na sua, com sua autonomia, uma conversa na hora de entregar o produto e só. Aqui não, todos estão trabalhando em conjunto o tempo todo, trocando ideias e conhecimento com o restante da equipe. Isso foi o que mais mudou no meu dia a dia.

Dica de Leitura: Como Aproveitar meu Background e Migrar para UX Design?

Como foi o processo até conseguir essa oportunidade como UX Design?

Eu considero parte dessa conquista tudo o que ocorreu desde que eu decidi migrar para a área. Foi juntar o dinheiro para eu poder focar só em estudar, me demitir, começar o bootcamp Master Interface Design (MID) e estudar o dia todo.

Três meses depois de começar o curso, senti que meu portfólio já estava bom o suficiente e comecei a me candidatar para algumas vagas.

Passei a conseguir minhas primeiras entrevistas, mas eu ouvi bastante "não" no meio do caminho, às vezes por falta de experiência — muitas dessas vagas buscavam pessoas que estivessem há mais tempo na área, então não tinha mesmo o que fazer a não ser continuar estudando.

Acho que as principais dicas são: analisar bem as vagas que aparecem, ver quais combinam com você, tentar tirar o máximo que conseguir da tentativa e ficar calmo na hora da entrevista para conseguir responder as perguntas tranquilamente.

Você consegue identificar os fatores que te levaram a conquistar a vaga como UX Design na Indra?

Foi a combinação de duas coisas. Uma foi que o responsável pela contratação era um aluno do Bootcamp Master Interface Design (UX). Ele pediu indicações para os mentores da Aela, que passaram o meu nome e elogiaram o meu trabalho. Isso me ajudou a ir mais confiante para a entrevista.

Ter um portfólio bem preparado foi essencial também! Não adianta ter apenas telas bonitas, em UX é muito importante que tenha todo o processo de forma mais detalhada possível, explicando qual foi a sua linha de raciocínio para chegar no projeto final.

Como você acha que a Aela te ajudou nesse processo de migração para UX?

Acredito que o mais importante que a Aela me ensinou, ao longo do Bootcamp Master Interface Design (MID) foi a necessidade de se mostrar o passo a passo, o processo, até chegar ao produto final. Você precisa entregar uma tela bonita, mas se você não tiver um processo forte por trás, não vai dar certo.

E por enquanto não apareceu nenhum desafio que me pegou de surpresa ou me deixou ansiosa. Acho que cheguei até esse ponto bem confiante das minhas capacidades, principalmente devido à ajuda da comunidade Aela. Para mim, está sendo até que bem tranquilo!

Confira o portfólio da Luka Vasconcelos

Que dica você daria para você mesma lá atrás, quando estava começando a migrar para UX? Valeu a pena?

Acho que a dica que eu deixaria é para quando eu terminei de fazer meu curso de Web Design — “Foca nisso! Deixa a direção de arte publicitária e fica nessa área”. Se eu tivesse seguido esse conselho, já estaria muito mais avançada agora.

Para quem vai mudar, minha dica é estude! Fazer bastante projeto para melhorar o seu portfólio, prestar bastante atenção na hora de descrever os seus projetos e detalhar ao máximo todo o seu passo a passo e raciocínio.

Wireframe Projeto University Of Virginia Library - Nível 2 Bootcamp MID - Luka Vasconcelos

Para concluir a entrevista, quais são os seus planos para o futuro?

Atualmente, quero terminar o curso Master Interface Design (MID). Em termos de carreira futura, quero muito conseguir uma vaga que me permita trabalhar de home office.

Já para o momento atual, quero me desenvolver o máximo possível! Tenho muita coisa para aprender ainda e que vai me ajudar a conquistar meus objetivos mais para a frente.

UI Projeto Nespresso - Nível 2 Bootcamp MID - Luka Vasconcelos

Dica de Leitura: Trabalho Remoto – Quais as Perspectivas Durante e Pós-Pandemia?

if(window.strchfSettings === undefined) window.strchfSettings = {};window.strchfSettings.stats = {url: “https://aela-io.storychief.io/pt/da-publicidade-para-ux-design-entrevista-com-luka-vasconcelos?id=67000474&type=2”,title: “Da Publicidade Para UX Design — Entrevista Com Luka Vasconcelos”,id: “6aa280f8-87e7-4053-a27d-291065009b13”};(function(d, s, id) {var js, sjs = d.getElementsByTagName(s)[0];if (d.getElementById(id)) {window.strchf.update(); return;}js = d.createElement(s); js.id = id;js.src = “https://d37oebn0w9ir6a.cloudfront.net/scripts/v0/strchf.js”;js.async = true;sjs.parentNode.insertBefore(js, sjs);}(document, ‘script’, ‘storychief-jssdk’))

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.