UX Design: Quais As Possibilidades De Atuação Na Área?

UX Design é uma carreira bem ampla e, por isso, existem diversas possibilidades de trabalho dentro desse mercado. Você sabe em qual área dentro do UX você gostaria de atuar? Neste artigo listamos algumas especialidades para você entender quais os caminhos existentes e quais se encaixam melhor com você.
UX Design: Quais As Possibilidades De Atuação Na Área?

Você está estudando UX/UI Design e deseja migrar para a área. Mas quando você começa a pesquisar mais a fundo percebe que existem diversas especialidades em UX que, talvez, te deixem na dúvida ou perdido.

UX Research, Product Designer, UX Designer, UI Designer, Usability Analyst, UX Writer?

Independente do caminho que escolher, você ainda estará trabalhando com uma profissão incrível!

Para esclarecer um pouco sobre quais as possibilidades que você pode se especializar em UX Design, nós explicamos algumas delas neste artigo! Então, continue a gente!

As disciplinas de UX Design

UX Design é uma carreira ampla que engloba, em sua concepção, diversas outras disciplinas, como: design de interação, marketing, copywriting, usabilidade, entre outros.

Com a tecnologia avançando e com o surgimento de novas áreas de atuação, o mapeamento dos campos e especialidades que compõem o UX é um pouco complicado (dá uma olhadinha na imagem abaixo).

Em 2009, Dan Saffers criou um gráfico que mapeava as áreas de atuação do UX Design e como elas interagem.

Dan Saffer’s 2009 The Disciplines of User Experience

Com esse gráfico, podemos perceber que dentro de UX Design há um grande escopo de atuações, onde cada uma delas desempenha atividades diferentes.

Esse mapeamento organizado por Saffer passou por algumas atualizações por outros autores, ao passar dos anos. Entraram novas disciplinas e novos conceitos, mas o que permaneceu foi a grande quantidade de áreas que fazem parte do UX Design.

Mapping the Disciplines of User Experience Design by envis precisely GmbH
Fields of User Experience Design, by Elizabeth Bacon

Mas o que esse gráficos e mapas querem nos mostrar?

O intuito é nos ajudar a entender quais habilidades e atividades que os profissionais de UX Design podem desempenhar dentro da carreira. E aqui vai um spoiler: não são poucas!

Dica de Leitura: UX/UI Design: Quais São os Diferentes Termos da Área?

Quais as possibilidades de trabalho em UX Design?

Como visto, as possibilidades de trabalho em UX Design são muitas. Mas é claro que existem as especialidades mais procuradas pelas empresas.

Assim, a InVision mapeou quais são essas especialidades e construiu um guia para falar das 6 mais procuradas:

  • UX Researcher;
  • Information Architect;
  • UI/UX Developer;
  • Usability Analyst;
  • UX Writer;
  • Product Designer.

Vamos dar uma olhada em cada uma delas?

UX Researcher

O UX Researcher é responsável por elaborar e efetivar pesquisas com os usuários, visando a identificação de comportamentos, necessidades, motivações e dores.

Aqui, o objetivo é direcionar o desenvolvimento dos produtos com base nas informações resultantes dessas pesquisas.

Geralmente, o Researcher trabalha perto dos gerentes de produto e desenvolvedores para garantir uma abordagem centrada no usuário.

Algumas das suas principais atividades são:

  • Conduzir entrevistas, pesquisas e testes;
  • Analisar os resultados quantitativos e qualitativos das pesquisas;
  • Desenvolver personas, Jornadas do Usuário e protótipos;
  • Comunicar os resultados das pesquisas para o negócio.

Se você gosta de passar tempo com pessoas, analisando-as e descobrindo o que as motiva, essa especialidade é ideal para você.

Dica de Leitura: 11 Medos Que Te Impedem de Migrar para UX Design

Arquiteto da Informação

O Arquiteto da Informação é responsável por estruturar o conteúdo de um website ou de um aplicativo, garantindo uma interação e experiência positiva ao usuário.

Seu trabalho tem como base o resultado de pesquisas e testes e seu objetivo é atender as expectativas do usuário com relação à estrutura de informações apresentadas em uma interface.

Algumas das suas principais atividades são:

  • Analisar informações dos resultados de pesquisas e testes com usuários;
  • Criar mapas que ilustram a hierarquia do conteúdo nas interfaces;
  • Elaborar protótipos e criar templates;
  • Desenvolver modelos e fluxogramas.

O Arquiteto da Informação trabalha próximo dos desenvolvedores, da equipe de produto e da equipe de conteúdo. É uma especialidade que possui bastante relação com diversas áreas e está diretamente ligada à resolução de problemas.

UI/UX Developer

Os designers e os desenvolvedores, geralmente, atuam de forma completamente separada.

Em UX, contudo, essa separação está cada vez menos clara, uma vez que as empresas estão optando por operações mais otimizadas e enxutas.

O UI/UX Developer é metade designer, metade desenvolvedor. Essa especialidade combina as habilidades de UX com as habilidades de UI e programação.

Algumas das suas principais atividades são:

  • Trabalhar junto aos designers nas ideias de design e identificação de problemas potenciais, focando mais em possibilidades e limitações tecnológicas;
  • Desenvolver interfaces gráficas (código);
  • Desenvolver mockups e protótipos;
  • Identificar dificuldades técnicas com a experiência do usuário.

O UI/UX Developer é a ponte entre os designers, os desenvolvedores e a área de produto. Este profissional precisa ser flexível pois atuará em diversas atividades de UX.

Usability Analyst

O Usability Analyst atua e se preocupa principalmente com a usabilidade das interfaces.

Seu objetivo é garantir que os produtos sejam amigáveis ao usuário, com relação à sua interação e experiência.

É uma especialidade essencial porque se preocupa em garantir que o produto será um sucesso entre os usuários.

Suas principais atividades são:

  • Trabalhar junto com a equipe de pesquisa, ajudando em testes de usabilidade;
  • Aplicar métodos de inspeção de usabilidade, como orientações heurísticas, cognitivas e baseadas em personas;
  • Traduzir observações e insights em planos de ação junto com o time de design;
  • Desenvolver protótipos e wireframes;
  • Identificar gaps de usabilidade e apresentar soluções.

O Usability Analyst é uma especialidade que está totalmente alinhada com os conceitos de usabilidade e Design Centrado no Usuário. É uma carreira ideal para quem gosta de identificar problemas e melhorar as interações dos usuários.

Dica de Leitura: Trabalho Remoto – Quais as Perspectivas Durante e Pós-Pandemia?

UX Writer

O UX Writer se tornou uma especialidade bastante cobiçada pelas equipes e pelas empresas por ser uma intersecção entre UX, Copywriting e Branding.

Dessa forma, o UX Writer se preocupa em entender as necessidades do usuário enquanto projeta o tom de voz que o produto pretende passar, como estratégia de marca.

O papel do UX Writer é garantir que todo texto encontrado pelo usuário nas interfaces e nos produtos o ajudarão em sua experiência e jornada.

As principais atividades dessa especialidade são:

  • Trabalhar em equipe com as áreas de pesquisa e de produto para entender as personas, suas necessidades e suas dores;
  • Copywriting – escrever textos amigáveis em todos os pontos de interação do usuário;
  • Entender como a escrita e a interação trabalham juntas para construir uma narrativa coerente na jornada do usuário.

Em um primeiro momento, UX Writer pode parecer uma especialidade simples, mas ao parar para analisar, essa é uma área complexa e que exige bastante habilidade tanto em design quanto em escrita.

Product Designer

Esse é o queridinho da vez! O profissional cobiçado por muitas empresas, mas por quê?

Como vocês perceberam os demais profissionais são muito especializados e acabam focando em apenas uma parte do processo. Já o Product Designer é um profissional que pode ir de ponta a ponta no projeto, possuindo as habilidades de UX Design e UI Design.

Além disso, Product Designers atuam com produtos digitais e isso faz com que esse profissional tenha um leque de habilidades bem amplo, contemplando:

  • Disciplinas de UX;
  • Negócios;
  • Interface;
  • Metodologias de gestão de projeto;
  • Gestão de pessoas.

Todas essas habilidades, somadas à capacidade de transitar entre aspectos técnicos e de negócios de um produto, tornam o Product Designer um profissional muito cobiçado pelas empresas, e não é para menos!

O Product Designer atua com UX em:

Além desses conhecimentos de UX Design, o Product Designer também entende de UI. Ele é responsável, por exemplo, por:

  • Criar interfaces harmoniosas e de fácil usabilidade;
  • Cria wireframes;
  • Criar protótipos das interfaces;

Dessa forma, o Product Designer é um profissional com um nível de conhecimento alto e que consegue compreender todo o processo de criação de um produto digital. Desde as pesquisas com os usuários até os protótipos e desenvolvimento das interfaces finais.

Dica de Leitura: Por Que Times Balanceados São Importantes em UX Design?

Em quais áreas os profissionais de UX Design atuam?

A Nielsen Norman Group (NN/g) realizou uma pesquisa que, entre outros insights, mostrou com o quê os UX Designers trabalham com mais frequência.

A maioria dos entrevistados respondeu que trabalharam em desenvolvimento de WebSites e Aplicativos para Mobile, empresas e desktop.

User Experience Careers Report by NN/g

Como resultado essa pesquisa, podemos observar que as atividades de UX conseguem ser aplicadas em diversos tipos de produtos de diversas áreas.

São inúmeras, também, as empresas que estão contratando profissionais de UX. Desde Startups a bancos. Podemos pegar alguns exemplos dos nossos próprios alunos do MID:

Conforme as empresas vão tomando consciência da importância do UX em seus processos e na sua estratégia, novas oportunidades em novos mercados vão surgindo.

Além de diversas oportunidades, os UX Designers estão satisfeitos com seu trabalho e ganhando bons salários.

Conheça as histórias de alunos que vieram de diversos backgrounds e migraram para UX Design

Satisfação no trabalho

O UX Design proporciona os mais variados tipos de trabalho, em diversas áreas e tipos de empresa. Mas será que os designers estão satisfeitos com essa profissão?

Segundo o relatório UX Careers Report da da NN/g, sim, eles estão!

User Experience Careers Report by NN/g

Em uma escala de 1-7, a média das respostas da pesquisa ficou em 5, o que demonstra uma alta satisfação com a carreira, por parte dos profissionais.

O que deixa a maioria dos UX Designers insatisfeitos não é, contudo, a profissão em si. Mas a falta de oportunidade de usar suas habilidades de UX no dia a dia. Ou, ainda, um ambiente não favorável para aprender mais sobre usabilidade.

O salário demonstrou também ser um fator importante, uma vez que o salário dos UXers vem aumentando nos últimos anos, segundo relatório da InVision:

2019 Product Design Hiring Report by InVision

84% dos Product Designers tiveram aumento salarial nos últimos 2 anos e a perspectiva é de mais 20% de aumento no próximo período.

As possibilidades de trabalho dentro do UX Design são muitas. Mas isso não quer dizer que é fácil adquirir todas essas habilidades. Lembre-se de sempre continuar estudando sobre os conceitos, mercado e possibilidades. Mantendo-se atualizado você se torna um profissional mais completo e antenado!

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.