Carreira
5 Motivos Para Migrar Para UX Design o Quanto Antes
Baixar em PDF
Lista de conteúdos
Carreira

5 Motivos Para Migrar Para UX Design o Quanto Antes

5 Motivos Para Migrar Para UX Design o Quanto Antes

Você já deve ter ouvido que o mercado de UX Design está quente e que a tendência é que ele cresça cada vez mais nos próximos anos.

Com isso em mente, você para e pensa:

“Ah, legal! O mercado está crescendo, então haverá oportunidades por um bom tempo. Eu não preciso ter pressa para migrar.”

Na verdade, as coisas não são bem assim. Aproveitar o momento de crescimento exponencial do UX pode trazer algumas vantagens e ser um movimento mais estratégico do que esperar para depois.

Continue neste artigo porque vamos te mostrar 05 motivos pelos quais é melhor não esperar para migrar para UX Design.

1) Aproveite o mercado em crescimento

Nós sempre batemos na tecla do crescimento exponencial do mercado de UX Design.

De fato, ele está crescendo e a perspectiva, segundo estudo da NN/g, é que em 2050 haja 100 milhões de pessoas na profissão.

Podemos pontuar alguns fatores que contribuem para este crescimento:

  • Tecnologia e Inovação: a tecnologia cada vez mais voltada para o conforto do consumidor, tendo em vista o crescimento do IoT — Internet das Coisas;
  • User Centered Design: o conceito de Design centrado no usuário está cada vez mais difundido no mercado;
  • Empresas contratando mais Product Designers: cada vez mais as empresas entendem a importância do foco no usuário e como essa é uma estratégia fundamental para seu desenvolvimento;
  • Aumento dos investimentos das empresas em UX: as empresas contratam mais e, consequentemente, investem mais em UX Design.

Apesar desse “boom”, não se acomode!

Ainda estamos no começo dessa curva de crescimento, mas não quer dizer que é aconselhável deixar para migrar para UX depois.

Conforme o tempo passa, o mercado se torna mais maduro e os processos seletivos começam a ficar mais criteriosos, porque chegará o momento em que vão existir muitos profissionais experientes.

Portanto, aproveite o começo desse crescimento. O mercado e as empresas ainda estão começando a entender a importância do UX Design e, dessa forma, estão abrindo oportunidades para profissionais menos experientes, por conta da falta de especialização.

Dica de Leitura: Vale a Pena Migrar Para UX Design em 2021?

2) As empresas estão mais abertas e menos exigentes, por enquanto

Com o mercado ainda em crescimento, é natural que as empresas também estejam começando a entender qual a importância do UX Design em sua estratégia.

Algumas pesquisas já apontam como é importante o investimento em usabilidade e UX:

Com essa consciência da importância do UX, as empresas estão contratando mais profissionais e aumentando as suas equipes.

Segundo o relatório da InVision — 2019 Product Design Hiring Report — as equipes de UX cresceram 70% no último período.

70% dos gestores aumentaram o headcount da equipe e há a expectativa de mais 21% de crescimento das equipes

Mas o que isso quer dizer?

Se o mercado ainda está crescendo e não chegou em sua maturidade e as empresas estão aumentando seu quadro de funcionários de UX, o que isso quer dizer?

Quer dizer que as empresas estão contratando pessoas com pouca experiência e investindo no crescimento delas porque não estão encontrando profissionais mais experientes no mercado.

Ao entenderem que UX é uma área importante para elas, as empresas estão correndo para contratar profissionais, mesmo que iniciantes.

É claro que as habilidades técnicas (Hard Skills) são importantes, mas as empresas estão avaliando também as habilidades comportamentais, as Soft Skills:

  • Boa Comunicação;
  • Trabalho em equipe;
  • Empatia;
  • Liderança.

No final do dia, neste momento atual, ter um perfil adequado à empresa é mais interessante do que ter todas as habilidades técnicas possíveis.

Portanto, aproveite para migrar enquanto as empresas ainda estão contratando profissionais mais Júniores, contando com seu crescimento na organização.

Dica de Leitura: 5 Soft Skills Para Você Fazer a Diferença Como Designer

3) Os salários em UX estão competitivos

Com o mercado ainda escasso de profissionais, as empresas procuram atrair UX Designers oferecendo um salário bem competitivo.

Pesquisa de salários para Product Designer no site glassdor.com.br (mar/2021)

Não somente isso, mas as empresas estão aumento o salário da suas equipes, muitas vezes como artifício para não perder esses profissionais para o mercado.

2019 Product Design Hiring Report

Segundo o 2019 Product Design Hiring Report, 84% dos UX Designers tiveram aumento de salário nos últimos 2 anos. E a perspectiva é que os salários aumentem mais 20% no próximo período.

É claro que essas ações podem ser momentâneas, por conta da escassez de mão-de-obra. Assim que o mercado se tornar mais maduro e existirem mais profissionais experientes, pode ser que o salário de entrada da categoria diminua.

Bons profissionais sempre vão ter salários mais altos. Mas os salários iniciais podem não se manter nessa mesma faixa nos próximos anos.

Até quanto podem ganhar os UX Designers?

4) Oportunidades internacionais bombando

Se você quer ter a oportunidade de trabalhar fora do Brasil, o momento do mercado de UX Design está a seu favor.

Muitas empresas internacionais abrem oportunidades para contratar profissionais aqui do Brasil, inclusive sem experiências anteriores em grandes empresas em UX.

É o que, inclusive, acontece com vários alunos nossos do Bootcamp MID, que conseguiram oportunidades internacionais:

  • Daniel Hildebrandt: mora no Canadá e atua como Product Designer na BMO;
  • Israel Mesquita: foi contratado como Product Designer em uma empresa na Áustria;
  • Inis Leahy: atualmente mora em Dublin e atua como Product Designer na Udemy;
  • Rodrigo Medeiros: mora e atual como Product Designer em Lisboa;
  • Louise Santos: atua como UX Designer de modo remoto para uma empresa baseada nos EUA.

Além dos nossos alunos, nosso mentor e fundador da Aela, Felipe Melo, possui carreira internacional, tendo atuado em diversas empresas e países da Europa.

As oportunidades aparecem justamente porque o mercado local — dos outros países — também está carente de profissionais.

Mas a tendência é que, com o tempo, essa demanda seja suprida. Conforme o mercado vai amadurecendo e os Designers vão se aperfeiçoando.

Em breve, as empresas podem diminuir essa procura por profissionais internacionais, ou mesmo se limitar mais especificamente para um profissional muito diferenciado e com muita experiência em uma entrega. Já que as despesas burocráticas no processo de expatriação são caras!

Dica de Leitura: Trabalho Remoto – Quais as Perspectivas Durante e Pós-Pandemia?

5) A antecedência te ajudará a construir o mercado do futuro

Uma grande vantagem de você aproveitar esse momento e migrar para UX Design é que você será um dos primeiros a fazer isso.

Neste momento inicial, a grande vantagem é você poder aprender junto com as empresas e com o mercado, conforme eles forem amadurecendo. Ao invés de entrar em um mercado já consolidado e não ter muito espaço para influenciar e aprender ao mesmo tempo.

Sendo um dos primeiros, você conseguirá ajudar a melhorar a categoria e o mercado, e a compor boas equipes, com bons profissionais.

O começo pode ser difícil, tendo muitas responsabilidades e, muitas vezes, atuando sozinho. Mas no médio/longo prazo, entrar no mercado o quanto antes será muito vantajoso.

Se não agora, nunca mais?

Como vimos, o mercado de UX Design está em ascensão e a tendência é manter esse crescimento pelos próximos anos.

Então, as oportunidades sempre irão existir.

Contudo, o futuro terá condições completamente diferentes das de hoje. Alguns exemplos:

  • O mercado estará mais consolidado;
  • As empresas estarão mais maduras;
  • Você estará competindo com inúmeros outros Designers já experientes.

Hoje, a certeza é que migrar é mais simples e menos competitivo, com grandes oportunidades em grandes empresas. Sem necessidade de um portfólio extraordinário, experiências anteriores, certificações e habilidades diferenciadas.

Nós temos exemplos de alunos que migraram com poucos meses de estudo em nosso Bootcamp MID:

“Me baseei bastante nas oportunidades do LinkedIn e no que a comunidade da Aela compartilhavam. Tem que ir atrás, porque tem oportunidade para todo mundo, não importa o nível.” Daiane Thomé

“Expliquei que estou no início da minha carreira em UX Design e ainda não tenho um portfólio completo. Mas que estou desenvolvendo o material. Ele também me contou os problemas e dificuldades até encontrar alguém para a vaga. Ele estava disposto a me ensinar e me ajudar nesse início de carreira, então me contratou.” Alyson Ambrosio

Portanto, não é que migrar para UX vai ser impossível no futuro, mas com certeza será mais complicado do que é hoje. Por isso, aproveite o momento e migre agora para UX!

Como faço para migrar?

Se você está realmente disposto a entrar em UX Design e aproveitar esse mercado em crescimento, você precisa pensar em algumas coisas:

  • Estudos;
  • Networking;
  • Portfólio;
  • Botar a mão na massa.

Estudos

Estudar é algo fundamental para todas as áreas. Para UX Design é ainda mais, pelo fato de ser uma área relativamente nova.

Mantenha sua sede de aprendizado. Corra atrás de livros, artigos e conteúdos de qualquer tipo para se manter informado e absorver bastante conhecimento.

Caso você não seja uma pessoa auto didata, é aconselhável procurar um curso sobre UX Design.

Com um curso você consegue aprender com profissionais do mercado e, geralmente, consegue estabelecer um networking interessante.

A Aela tem como missão ajudar pessoas interessadas nas áreas de Design, UX e Produtos Digitais a se tornarem talentos internacionais posicionados nas melhores empresas do mundo. E por meio do nosso Bootcamp Master Inteface Design nós temos conseguido cumprir com esse objetivo.

Diversos alunos conseguiram oportunidades internacionais e em empresas reconhecidas.

Conheça um pouco mais sobre o nosso Bootcamp:

Abrimos inscrições do Bootcamp MID poucas vezes ao ano. Acesse o link e se inscreva lista de espera para a próxima turma.

Networking

Conhecer pessoas do mercado ajuda na troca de experiências, informações e até a conseguir uma oportunidade de trabalho.

Por isso, participe de grupos e comunidades, atualize o seu LinkedIn, participe de Workshops e palestras.

Dessa forma você consegue estabelecer uma rede de contatos para começar a se inserir no mercado.

Portfólio

O portfólio é essencial para o UX Designer. É por meio dele que é possível demonstrar seus trabalhos, seus processos, sua linha de raciocínio e sua personalidade.

Portanto, para conseguir migrar para UX, é importante estabelecer um portfólio interessante. Mas não se preocupe caso não tenha projetos focados em UX Design ainda.

É possível compor um portfólio com projetos fake, utilizando-se de redesign!

Ou então, caso você seja aluno do MID, é possível compor seu portfólio utilizando os exercícios do curso, como muitos alunos assim o fizeram e garantiram uma vaga em UX.

“Eu estava em São Paulo quando recebi uma ligação de uma pessoa da empresa falando que tinha gostado meu LinkedIn e do meu portfólio. Inclusive, o meu portfólio só possuía dois trabalhos de UX na época, que foram desenvolvidos durante os 2 primeiros níveis do MID.” Rodrigo Guilherme

Botar a mão na massa

UX é uma área com bastante conteúdo técnico, portanto, uma dica valiosa para quem quer migrar é: pratique bastante!

Faça exercícios de Redesign, projetos-fake, exercícios do MID, etc.

Comece a colocar a teoria na prática. É a melhor maneira de se começar a entender e a dominar os processos de UX Design.

Background

Uma das maiores dúvidas para se efetuar a migração para UX é com relação ao background.

Muitas pessoas acreditam que é preciso ter um background na área de Design para poder trabalhar com UX.

Mas isso é mentira.

Não é preciso ter um background em UX, inclusive, as empresas até preferem um background diferente para compor suas equipes.

Os backgrounds apresentados pela 2019 Product Design Hiring Report variam entre Engenharia, Marketing, Business e Gerenciamento de produto.

Todo background é importante para UX Design, desde psicologia até vendas. Portanto, não se prenda a este estigma do background!

Nós já escrevemos um artigo inteiro falando sobre essa questão:

Com esse artigo, esperamos que você tenha entendido que o quanto antes você decidir migrar para UX, melhor. Apesar do mercado ainda ter muito para crescer, as condições para as mudanças de carreira no futuro não serão tão vantajosas como são hoje.

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!


Cursos

Nosso maior orgulho é todo mês ter alunos e alunas contratados em grandes empresas e em países como
Brasil, Estados Unidos, Irlanda, Alemanha, Espanha, Portugal, Áustria, Rep. Tcheca, Nova Zelândia e Canadá.