Carreira
5 Razões Para Buscar Um Mentor Em UX Design
Lista de conteúdos
Carreira

5 Razões Para Buscar Um Mentor Em UX Design

5 Razões Para Buscar Um Mentor Em UX Design

E se um dia você acordasse em uma manhã e decidisse correr uma maratona?

Você não sabe nada sobre corrida, muito menos sobre como se preparar para este evento. Como se alimentar, como se alongar, quais exercícios fazer para se fortalecer?

Se você for um marinheiro de primeira viagem, muito provavelmente você terá algumas dificuldades em se preparar e completar essa maratona.

É impossível? Não. Mas se você tivesse alguém para te orientar e aconselhar sobre como se preparar, seria mais “fácil”, não seria?

Pois então, este é o objetivo de um mentor. Te orientar, te aconselhar e ajudar a alcançar seus objetivos de maneira mais rápida, compartilhando toda a experiência no assunto.

E que tal ter um profissional desses para ajudar em sua carreira de UX Design?

Confira neste artigo os principais motivos para você buscar um mentor e como encontrar um!

Mas o que é Mentoring?

Para entender o que é mentoring, deve-se entender, primeiro, o que significa ser um mentor.

O conceito de mentor está atrelado a alguém com mais experiência, um conselheiro. Pode ser também alguém que estimula, incentiva e orienta.

Com isso em mente, podemos definir mentoring como sendo a construção de um relacionamento com pessoas que possam te ajudar a aprender e a se aperfeiçoar, tanto na vida profissional como na pessoal.

O mentoring pode ser aplicado em praticamente todas as áreas profissionais, inclusive em UX Design.

Por que ter um mentor em UX Design?

Apesar do crescimento deste mercado, o UX Design ainda é uma área cujo conhecimento está muito disperso.

Dessa forma, o aprendizado de UX Design exige um pouco mais de dedicação e trabalho e, por conta disso, ter um mentor em UX é de grande ajuda.

O mentor em UX Design é um profissional experiente que consegue passar todo seu conhecimento, visão e experiência para seus mentorados.

Vamos entender um pouco sobre como exatamente um mentor pode ajudar na sua carreira em UX

Dica de Leitura: 11 Medos Que Te Impedem de Migrar para UX Design

1) Experiência técnica

Os mentores são profissionais atuantes no mercado de UX Design e que já tiveram a oportunidade de participar de diversos projetos e de desenvolver diversas soluções e produtos.

Não é de se espantar, portanto, que eles possuam uma grande experiência técnica em:

Dessa forma, por mais que você esteja estudando, fazendo cursos e consumindo conteúdos, a figura do mentor irá te ajudar a colocar melhor todos esses aprendizados e conceitos em prática.

2) Experiência comportamental

Um profissional completo não se baseia somente em habilidades técnicas (Hard Skills), mas também em habilidades comportamentais, as Soft Skills.

Tais habilidades, inclusive, são bastante importantes para as empresas e para os recrutadores, segundo pesquisa da InVision.

As Top Soft Skills necessárias em UX Design, segundo 2019 Product Design Hiring Report da InVision

Contudo, diferente das habilidades técnicas, as Soft Skills tendem a demorar um pouco mais para serem aprendidas e/ou aperfeiçoadas.

O mentor de UX pode te ajudar a compreender melhor quais são as Soft Skills mais importantes para você desenvolver, dependendo do seu momento, situação e seu objetivo profissional.

Sem dúvida, a ajuda em Soft Skills é uma das mais importantes que um mentor pode proporcionar.

Dica de Leitura: 5 Soft Skills Para Você Fazer a Diferença Como Designer

3) Experiência em projetos e em situações adversas

Como em qualquer outra profissão, o UX Design na prática é um pouco diferente da teoria, principalmente no desenvolvimento de projetos. Há situações com as quais não se aprende a lidar nos livros.

E isso é normal para quem está começando. Tudo é novo e a experiência ainda é pequena.

Nesse sentido, um mentor pode te ajudar compartilhando as experiência em situações adversas com a qual ele teve que lidar, quais foram as dificuldades que ele enfrentou e como as superou.

A ideia é que você consiga se inspirar pelas histórias e aprender a como encarar as situações que um projeto pode te proporcionar.

4) Outros pontos de vista

Ouvir outras soluções e outros pontos de vista é uma das melhores maneiras de se aperfeiçoar como UX Designer.

Muitas vezes ficamos com uma visão limitada sobre nossos projetos e sobre a nossa maneira de trabalhar. Por isso, é muito importante abrir a cabeça para novas ideias, métodos e soluções.

O mentor, dessa forma, é responsável por trazer novos olhares e novas percepções para o seu trabalho, com o intuito de aumentar o seu portfólio de ideias.

Dica de Leitura: 7 Erros Para Você Não Cometer em Seu Portfólio de UX Design

5) Relacionamento e networking

Como vimos, o conceito de mentoring envolve a questão de estabelecer um relacionamento.

Por sua vez, relacionamentos geram uma rede de contatos, um networking. Ter um mentor ja é, por si só, uma ação para melhorar o seu networking.

Nesse sentido, seu mentor pode abrir portas para você conhecer outros profissionais, outras comunidades e outros UX Designers, que podem se tornar bons contatos e boas referências para o seu trabalho.

Pode chegar até a situação de o seu mentor te indicar para alguma oportunidade de trabalho ou para algo do tipo.

É claro que a mentoria não deve ter como principal objetivo a questão do networking.

Como vimos até agora, o foco do mentoring é o aperfeiçoamento profissional. O networking surge como consequência.

Como encontrar um mentor?

O lugar mais comum de se encontrar um mentor é no próprio ambiente de trabalho. Algumas empresas, inclusive, possuem programas de mentoring interno para seus colaboradores.

Mas caso este não seja o seu caso, no ambiente de trabalho, procure um profissional o qual você admira e que tenha a postura, valores e modo de trabalho os quais são compatíveis com os seus. Apresente-se e comece a conversar sobre as experiências, dúvidas e etc.

Talvez você consiga agendar bate-papos frequentes para manter esse relacionamento de aprendizagem.

Além do trabalho, você pode conhecer pessoas em comunidades, eventos e diversos outros grupos. Portanto, mantenha a cabeça aberta e participe do mercado. Somente assim você terá a chance de conhecer profissionais excelentes.

Este tipo de mentoria é mais informal e deve acontecer de forma natural. Não é preciso perguntar se a pessoa aceita ser o seu mentor, foque no relacionamento e em aprender com ele, mais do que colocar nomes em caixinhas.

Dica de Leitura: 7 Dicas Para Conseguir Sua Primeira Oportunidade em UX Design

Existem mentorias formais?

Existem mentorias formais e profissionais, e que são contratadas como um serviço. Elas possuem um custo e um prazo determinado.

Geralmente esse tipo de mentoria precisa ser muito bem escolhida, porque a base de um bom mentoring é o relacionamento. Caso você se interesse em procurar mentorias pela internet, fique atento para não cair em alguma armadilha e acabar gastando dinheiro à toa.

Não confunda mentor com influenciador digital

Atualmente, é muito comum diversos profissionais compartilharem dicas em suas redes sociais. Por mais interessante que seja, esse conteúdo não pode ser considerado como uma mentoria.

O mentor tem um papel mais focado e exclusivo nas suas necessidades. Ele tem que te ouvir e entender a situação pela qual você está passando e, assim, poder te orientar pontualmente.

Ou seja, consumir conteúdo de outros profissionais nas redes sociais não faz disso uma mentoria. Os conteúdos podem ser excelentes, mas não são focados em você e nas suas necessidades específicas.

Tenha isso em mente, não confunda esses dois conceitos!

A mentoria do Bootcamp Master Interface Design

A Aela também tem um programa de mentoria.

Nós acreditamos que as coisas andam juntas, o aprendizado teórico, o prático e a mentoria.

Portanto, os nossos alunos do MID possuem, além de tudo, mentorias exclusivas para acompanhamento de seu desempenho e aprendizado.

O MID possui uma dinâmica de mentoria em 3 formatos:

  1. Mentoria Individual: os alunos têm acompanhamento constante por meio da plataforma de estudos, feedbacks escritos dos professores, correção dos exercícios propostos em cada nível até a aprovação final. A aprovação de cada módulo acontece somente quando o exercício estiver adequado para aquele nível;
  2. Mentoria em aulas ao vivo: acontecem em grupo, no mínimo 1 vez por mês. Nelas, os alunos apresentam, individualmente, seus exercícios/projetos simulando uma apresentação de portfólio em uma entrevista e recebem feedbacks tanto do mentor como dos próprios colegas;
  3. Comunidade de Alunos no Slack: na plataforma Slack, os alunos e mentores interagem tirando dúvidas e compartilhando somente conteúdos de alto nível, além de oportunidades de trabalho.

Ou seja, a Aela tem um forte compromisso com o aprendizado de seus alunos e sab o quão importante é o processo de mentoria. E nossos alunos também enxergam de maneira positiva o nosso mentoring.

Dica de Leitura: Quem São os Mentores do MID?

Depoimentos dos alunos sobre a mentoria do MID

Confira o que nossos alunos tem a dizer sobre nossa mentoria!

Daiane Thomé

” Outro ponto que achei essencial foram as mentorias e as oportunidades de desenvolver projetos reais. Receber a mentoria nas aulas ao vivo e também os feedbacks para saber onde pode melhorar foi algo muito legal nesse processo.”

Maria Resende

“Eu ficava me perguntando se seria realmente possível migrar de Direito para UX Design e até conversei em vários momentos com os mentores do MID. E esse é o diferencial da Aela. Ter uma rede de apoio, poder conversar com alguém da área e ter um feedback.”

Diego Crovador

“As aulas de mentoria ao vivo com os professores do MID foram essenciais para eu aprender a elaborar uma linha de raciocínio que fosse desde o momento da identificação do problema até o momento da solução. Aliás, aprendi não apenas saber elaborar esse raciocínio, mas também conseguir apresentá-lo para outras pessoas.”

Amanda Damasceno

“A mentoria (do MID) fez toda a diferença para mim. É muito importante receber feedbacks do que estou fazendo certo ou errado, e como posso melhorar. As entrevistas com os profissionais que vocês fazem aqui também achei muito importante. Abriu muito minha mente.”

A mentoria é uma ferramenta bastante importante e funcional para que você consiga se aperfeiçoar em diversas áreas e de diversas maneiras.

Recomendamos fortemente que você procure um mentor para te auxiliar na sua carreira em UX Design. E caso você tenha interesse, não deixe de dar uma olhada no nosso Bootcamp MID, lá você terá uma mentoria incrível!

if(window.strchfSettings === undefined) window.strchfSettings = {};window.strchfSettings.stats = {url: “https://aela-io.storychief.io/pt/mentor-em-ux-design?id=420148461&type=2”,title: “5 Razões Para Buscar Um Mentor Em UX Design”,id: “6aa280f8-87e7-4053-a27d-291065009b13”};(function(d, s, id) {var js, sjs = d.getElementsByTagName(s)[0];if (d.getElementById(id)) {window.strchf.update(); return;}js = d.createElement(s); js.id = id;js.src = “https://d37oebn0w9ir6a.cloudfront.net/scripts/v0/strchf.js”;js.async = true;sjs.parentNode.insertBefore(js, sjs);}(document, ‘script’, ‘storychief-jssdk’))

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!


Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.