Carreira em UX: Como Decidir Entre o Trabalho Atual e uma Nova Oportunidade?

Você já caiu na situação de ter que escolher entre o trabalho atual e uma nova proposta em UX Design? Apostamos que já! Acontece com todo mundo! Mas o que fazer nesse caso? O que levar em consideração em uma proposta de trabalho? Dinheiro? Qualidade de vida? Não se desespere! Fique com a gente neste artigo que iremos clarear as suas ideias sobre esse assunto!
Carreira em UX: Como Decidir Entre o Trabalho Atual e uma Nova Oportunidade?

Uma nova proposta bate em sua porta

Começa mais um dia tranquilo na sua vida. Você sai de casa, rumo ao seu trabalho, feliz. Afinal, você trabalha com UX Design, uma profissão incrível!

Chega no escritório e, mal se senta, recebe uma ligação inusitada.

Um recrutador viu seu LinkedIn e pergunta se você não teria interesse em ouvir uma proposta de trabalho.

Como ouvir não prejudica ninguém, você se propõe a um bate papo inicial. Sem muitas expectativas. Afinal de contas, você está há pouco tempo no seu trabalho atual e está bastante feliz onde está.

Vocês, então, conversam e ele te passa os detalhes sobre a oportunidade, inclusive o salário e os benefícios. Você fica encantado.

"É uma baita oportunidade", você pensa.

Ao término do bate papo, você está extremamente confuso. A proposta é excelente e o recrutador já cantou a bola de que, caso tenha interesse, a vaga já é sua.

E agora? O que fazer? Mudar ou não mudar? Mas você tem pouco tempo de casa, será que não pega mal? E o salário? E a qualidade de vida?

Quem nunca passou por uma situação parecida com essa?

Nós não conseguimos tomar a decisão por você, mas a gente consegue te ajudar a clarear as ideias para tomar a melhor decisão. Que tal? Então, fique tranquilo e continue com a gente neste artigo!

Primeiro: quais são os seus valores?

Qualidade de vida, evolução contínua, dinheiro, carreira, família, amizade, honestidade, etc.

Cada um de nós é guiado por um grupo de significados que determinam a quê damos mais ou menos valor.

Esses significados vão se alternando conforme vamos passando por momentos e situações em nossas vidas.

Portanto, ao receber uma nova proposta de trabalho em UX Design que lhe traga indecisão sobre aceitar ou não, reflita sobre o que é importante para você nesse momento.

  • Ter melhores condições financeiras;
  • Fazer parte de uma empresa com mais oportunidades de crescimento;
  • Ter mais qualidade de vida;
  • Trabalhar em um ambiente honesto com pessoas íntegras e amigáveis;
  • Fazer parte de um time;

O que é importante para você?

Entenda que, mais uma vez, os valores se alternam. Portanto, hoje você pode abrir mão da qualidade de vida para ter a oportunidade de uma vida financeira melhor, mas daqui 2 anos você pode pensar completamente diferente, e tudo bem. É normal!

Ter em mente o que você valoriza nesse seu momento atual é essencial para tomar uma decisão mais assertiva com relação a mudar de trabalho ou não.

Para entender quais são os valores que mais fazem sentido para você, podemos fazer um exercício muito simples!

Descobrindo seus valores

Em uma folha em branco, enumere 10 valores que você considera importantes em sua vida.

  • Família, amizade, honestidade, qualidade de vida, evolução contínua, rapidez, carreira, respeito, paixão, liberdade, etc.

Acima colocamos apenas alguns exemplos para você captar a ideia. Coloque aquilo que você entender como algo importante e de grande significado pra você.

Após enumerar os seus valores, cronometre 1 minuto e retire 4 deles. Depois, cronometre mais 30 segundos e retire mais 2 valores. Por último, cronometre mais 30 segundos e retire mais 1.

No final do exercício, você encontrará os 3 principais valores que estão mais fortes nesse momento para você. Não quer dizer que você abomina os outros valores retirados, mas que, no momento, eles não estão tão latentes.

Você pode fazer esse exercício sempre que quiser. Colocando os mesmo valores que você já enumerou antes ou até colocando outros. O importante é começar com mais e terminar com menos, passando pela pressão de ter que retirar os valores da sua lista.

Feito o exercício você já pode considerar que se conhece um pouco mais do que quando começou. Mas e agora? Como isso vai te ajudar a decidir se muda de trabalho ou não?

Dica de Leitura: 11 Medos Que Te Impedem de Migrar para UX Design

De quem é a nova proposta em UX Design?

Qualquer relação de trabalho, seja em UX Design ou não, é uma relação que dita direitos e deveres de cada uma das partes.

É como se fosse um pacto, por assim dizer.

Você faria um pacto com alguém que você não conhece direito?

Por isso, é importante procurar mais informações sobre a empresa que te fez a nova proposta de trabalho. Nesse sentido, você pode procurar saber se:

  • É uma empresa que possui uma forte cultura em UX Design?
  • É uma empresa que está crescendo?
  • Terei contato com projetos desafiadores?
  • O UX Design é valorizado e as pessoas são amigáveis?
  • Vou trabalhar com um time ou sou o primeiro UX Designer da empresa?
  • Terei a oportunidade de aprender algo novo que é compatível com meus objetivos?
  • Terei autonomia?
  • Vou ter qualidade de vida?

Grande parte das respostas para as perguntas que você fizer será baseada em pesquisas na internet, Linkedin, contato com pessoas que já trabalham na empresa, conversa com amigos e etc. Infelizmente, não é possível ter certeza de tudo, mas, mesmo assim, pensar nessas questões ajuda a clarear as ideias.

Note que as perguntas que você fizer sobre a empresa estão muito relacionadas com os valores que você acabou de descobrir.

Por exemplo, se um dos seus valores for crescimento profissional, é importante você se perguntar se o perfil da empresa está alinhado com o seu perfil pessoal. Entenda se a empresa possui plano de cargos e carreira, se as pessoas que ali trabalham foram promovidas nos últimos anos. Pegou a ideia?

Não tenha medo de perguntar!

Uma última dica sobre esse tópico: utilize aquele momento em que o recrutador, durante a entrevista, questiona se você tem alguma pergunta sobre a empresa. A maioria das pessoas não faz nenhuma pergunta e acaba deixando passar uma ótima oportunidade de conhecer a empresa e obter informações que são importantes para tomar uma decisão.

E agora, com os valores e com algumas respostas, podemos começar a avaliar se vale a pena ou não mudar do atual trabalho em UX Design para outro.

Seja honesto ao fazer comparações

Ah! Chegou a hora! Finalmente você será capaz de comparar as propostas e tomar uma decisão.

Coloque tudo num papel. Escreva porque fica mais fácil de visualizar.

De um lado, coloque todas as respostas que você conseguiu da empresa nova; do outro lado, avalie se sua empresa atual tem uma resposta melhor, igual ou pior para as mesmas perguntas.

Por exemplo: Terei contato com projetos desafiadores em UX Design?

Compare a resposta da empresa nova com a empresa aonde você trabalha atualmente. Mas seja honesto na resposta. O novo é atraente, mas não quer dizer que seja melhor.

Você pode ter a perspectiva de trabalhar em novos projetos de UX Design na atual empresa. Com novos desafios, novas responsabilidades. Então, porque mudar seria melhor do que ficar?

Pense com calma e da forma mais racional possível, para que a comparação consiga ser mais justa.

Procure pensar no futuro, nas perspectivas de médio e longo prazo de ambas as empresas. Em um primeiro momento, um salário mais atrativo pode brilhar os olhos, mas e no longo prazo? Você conseguirá se desenvolver da maneira que gostaria?

Dica de Leitura: UX/UI Design – Vale a pena migrar em 2021?

Posso aceitar a proposta pensando somente no dinheiro?

É inevitável pensar na questão financeira quando recebemos uma proposta de trabalho, ainda mais se não estávamos em busca de uma.

O dinheiro é importante sim, não dá para mentir. Com ele você consegue, por exemplo, ter um estilo de vida mais confortável. E não há problema nenhum com relação a isso.

Contudo, não é aconselhável tomar uma decisão tão importante pensando somente na proposta financeira. O dinheiro deve sim ser levado em consideração, mas em conjunto com todos os outros fatores e valores que você levantou.

Depois de certo tempo, nós nos acostumamos com o nosso novo salário. E posso te dizer que isso acontece mais rápido do que parece.

Mas quanto tempo leva para você se acostumar com um ambiente de trabalho ruim, onde não é valorizado e não tem perspectiva de desenvolvimento?

Talvez nunca.

Portanto, não é errado pensar no dinheiro, mas pense também no seu desenvolvimento e na sua carreira. Afinal de contas, o dinheiro é uma consequência da sua carreira e não o contrário.

Penso muito na minha qualidade de vida, estou errado?

Não existe certo ou errado, fórmulas mágicas ou regras para aceitar ou não uma proposta de trabalho. Cada pessoa pensa e possui valores diferentes, lembra do exercício no começo do artigo?

Dessa forma, se a qualidade de vida e questões pessoais são importantes para você, é claro que você deve levar isso em consideração.

Mas assim como a questão financeira, a qualidade de vida e, na verdade, qualquer outro valor não deve ser avaliado e considerado por si só. A análise deve ser feita em cima do conjunto de todos os fatores.

Pensa comigo: consigo abrir mão de um pouco da minha qualidade de vida, por um tempo, porque é uma oportunidade que permitirá um crescimento e desenvolvimento mais acelerado?

Ou você não abre mão da qualidade de vida por nada nesse mundo?

O que é mais valorizado por você? Desenvolvimento ou Home Office? E não tem problema se você respondeu Home Office. Só tenha a certeza de que é realmente isso que você valoriza para não acabar se arrependendo depois.

Dica de Leitura: Trabalho Remoto – Quais as Perspectivas Durante e Pós-Pandemia?

Trabalho há pouco tempo na empresa, não pega mal eu sair?

A reposta simples e direta para essa pergunta é: depende.

Se você estiver há muito pouco tempo — eu considero um período de 6 meses — talvez seja interessante você pensar qual a perspectiva para o futuro. Afinal, em pouco tempo, talvez você não tenha tido a oportunidade de participar de um projeto grande, ou de ter se desenvolvido como gostaria, ou realmente já viu que a empresa possui valores que não batem com os seus. Mas qual a tendência para o futuro?

A decisão de sair de uma empresa tendo pouco tempo de casa, com a justificativa de não estar se desenvolvendo, precisa ser feita com cautela. Quanto tempo você considera ideal para começar a se desenvolver? Talvez ainda não tenha dado o tempo.

Agora, se a empresa que você está, mesmo que há pouco tempo, por algum motivo ferir algum dos seus valores, talvez considerar a saída seja necessário. Por exemplo, em 4 meses de casa você já viu e foi vítima de abusos e falta de respeito. Essa é uma situação que, talvez, não melhore na perspectiva futura. Então, aceitar uma nova proposta seja uma boa oportunidade.

Consegue perceber que, no final do dia, tudo está fortemente ligado aos seus valores?

Como designers sêniors fazem suas decisões de oportunidades de trabalho?

A dúvida sobre aceitar uma proposta ou permanecer no trabalho atual existe em todos os níveis de profissionais, desde o iniciante até o mais Sênior.

O Product Designer Jon Vieira e nosso mentor Felipe Melo também já passaram e ainda passam por isso. Eles tem seus próprios métodos e dicas para lidar com essa situação, confira abaixo!

Jon Vieira

É bastante importante traçar uma estratégia a longo prazo que esteja em linha com seu estilo pessoal. Eu sou contractor/ freelancer e isto me proporciona exposição a diversos projetos e empresas diferentes. Tem a ver com meus valores de buscar algo novo sempre. Eu sou Interaction Designer e valorizo este lado do UX, então foco em vagas em que grande parte do trabalho seja relacionado a isso.

Ou seja, de acordo com os seus valores e aquilo que é importante, você estabelece quais os melhores lugares e quais as melhores empresas que se adequam ao seus objetivos.

Tudo tem que estar em torno do que você quer para a sua carreira e para a sua vida pessoal. O auto conhecimento é muito importante nesse tipo de situação.

Felipe Melo

Monte sua lista de barreiras — aquilo que estão na frente do seu sonho— e pense o que você precisa para acabar com elas, 1 a 1. Foi o que eu fiz. Não tenho passaporte Europeu, mas trabalho fora do Brasil.

A dica do Felipe é importante para você começar a tomar ação frente aos seus objetivos. Uma vez que você sabe aonde quer chegar — atrelado aos seus valores e sonhos — você deve partir para ação. Enumerar todos os passos que precisam ser dados e barreiras que precisam ser vencidas. Dessa forma, o caminho começa a ser percorrido com pequenas ações, deixando você cada vez mais perto dos seus objetivos.

Lembre-se: é tudo uma construção. As coisas não acontecem e são alcançadas da noite para o dia. É um passo, um degrau, um tijolo por vez, todos os dias.

Dica de Leitura: 10 Passos Iniciais para Migrar para UX Design

Para concluir

Não existe fórmula ou regra. Você aceitar ou não uma nova proposta de trabalho em UX Design depende muito dos seus valores, dos seus objetivos e da perspectiva que você tem de atingi-los em cada oportunidade.

Lembre-se de sempre levar em consideração todos os valores e fatores. Uma decisão não deve ser tomada levando em conta apenas um dos elementos.

Seja honesto consigo e com a empresa atual onde trabalha. Dessa forma, a decisão tenderá a ser tomada com mais propriedade.

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.