A Importância da Curiosidade na Carreira do UX Designer

A curiosidade pode ter matado o gato, mas não o UX Designer! Embora, algumas vezes , a curiosidade possa ser vista como inconveniente, a verdade é que ela é extremamente importante para a carreira do UX Designer. Ficou curioso para saber o porquê? Então, vem com a gente neste artigo!
A Importância da Curiosidade na Carreira do UX Designer

Pode ser que uma pessoa curiosa seja, muitas vezes, taxada de chata, por fazer diversas perguntas e tentar entender como o mundo funciona.

Mas, ao contrário disso, a curiosidade é bastante importante em nossas vidas. É por meio dela que abrimos a nossa mente e procuramos aprender sobre tudo o que quisermos.

Nesse sentido, essa característica é essencial na carreira do UX Designer. Mas não apenas em seu início, mas durante toda a sua vida.

Continue a leitura para entender como a curiosidade é essencial na sua carreira em UX Design!

A importância da curiosidade em UX

A área de UX Design é multidisciplinar. Nela estão envolvidos conhecimentos sobre psicologia, marketing, negócios, gestão de pessoas, tecnologia, lógica, e muito mais.

Dessa forma, é fundamental que o profissional que pretende trabalhar ou que já atua como Product Designer mantenha sempre um mindset de curiosidade para aprender sobre os mais variados assuntos.

Esse mindset também nos levará a fazer perguntas esclarecedoras, ouvindo mais ativamente as respostas e consequentemente nos envolvendo mais com os problemas. Além disso, a curiosidade também permite desenvolver a criatividade, que possibilita o processo de inovação, essencial em UX Design.

Nesse sentido, podemos ir além e dizer que a curiosidade é a raiz da inteligência.

Quando trabalhamos com UX Design, precisamos de toda essa mentalidade de buscar a raiz de um problema, entender o porquê de cada situação e, principalmente, não aceitar a primeira resposta que encontrarmos, pois precisamos nos aprofundar e questionar mais, para aprender sobre as mais diversas áreas.

Dica de Leitura: Product Manager – Negócios, Tecnologia e User Experience

O papel da curiosidade ao longo da carreira do UX Designer

A curiosidade não deve estar presente apenas no inicio da carreira. Muito pelo contrário.

Ser curioso é essencial e possui diversos benefícios a depender de qual momento da vida você se encontra.

1) Para quem está migrando

É fundamental ser curioso. Aliás, é preciso ser muito curioso.

Não somente para entender o que é UX, mas também para conhecer as possibilidades de atuação na área, ferramentas, metodologias e desenvolvimento de projetos. Além disso, é importante ter a curiosidade para saber quais são as habilidades necessárias ter sucesso na área.

Para você conseguir as respostas para essas questões, basta fazer as perguntas e ser curioso a respeito delas.

Nesse momento é preciso lembrar-se de Sócrates, o velho filósofo grego, autor da célebre frase "Sei que nada sei".

Sócrates respondia sempre uma pergunta com uma outra pergunta. Quando ele procurava por respostas, novas perguntas surgiam, e isso foi tornando-se um círculo até que chegou à conclusão de que quanto mais conhecimento ele tinha, menos ele sabia.

Assim, o profissional que está migrando para UX Design deve se colocar humildemente em uma posição de aprendiz. Dessa forma, quanto mais perguntas surgirem, mais respostas vão aparecer, o ciclo começa de novo e, consequentemente, acontece a expansão constante do conhecimento.

Vamos deixar aqui algumas dicas de leitura de artigos que podem te ajudar nesse fase de transição:

2) Para quem está em início de carreira

É essencial perguntar o porquê das coisas, principalmente quando se está iniciando como profissional de UX.

Nesse sentido, não se deve ter vergonha ou medo de se perguntar muito, e é necessário perguntar muito mesmo.

Esse é o lado bom de ser um Designer Júnior, pois é o momento no qual há pouca pressão e muita predisposição ao aprendizado e mentoria. Pense que um profissional Júnior é como uma criança curiosa. Ele está descobrindo tudo, e não pode ficar com dúvidas ou se contentar com um simples "porque sim".

Um profissional que sabe aproveitar o início da carreira para fazer inúmeras perguntas, com certeza será diferenciado e avançará mais rapidamente em sua carreira. Por isso, não tenha medo de perguntar e de errar, pois é assim que acontece o aprendizado.

Portanto, além da curiosidade, saiba que errar é normal e faz parte do processo. Ao contrário do que se pode pensar, errar não vai atrapalhar seu desenvolvimento, muito pelo contrário.

Precisamos estar abertos a não saber, a aprender, ao novo, e para isso é essencial levantar questionamentos. Como saberemos as respostas sem ter levantado as perguntas?

3) Quando Pleno ou Sênior

Quando atuando em projetos ou cargos de maiores responsabilidades, como Designer Pleno ou Sênior, o mindset de curiosidade ainda deve ser instigado.

Nessa situação, a curiosidade é crucial para descobrir a persona, desenhar a jornada do usuário ou fazer testes de usabilidade.

Além disso, a curiosidade é importante para você se manter atualizado com as tendências do mercado, da profissão e de outros temas relevantes, como:

  • metodologias;
  • ferramentas;
  • hábitos dos usuários;
  • novas tecnologias.

Portanto, a curiosidade deve sempre permear a vida do UX Designer para que ele esteja nesse constante movimento de aprender algo novo para se manter atualizado e relevante no mercado.

4) Em cargos de liderança

Quando em posições de liderança dentro da área de UX Design, é preciso usar a curiosidade para se pensar de maneira mais estratégica. É importante visualizar o projeto como um negócio e entender como o design se alinha com os objetivos da empresa e do time.

Nesse sentido, a curiosidade pode ser usada para aprimorar a visão de mercado, buscando entender quem são os principais concorrentes, seus pontos fortes e fracos, bem como as ameaças e oportunidades do setor.

Além disso, é preciso buscar mais conhecimento sobre modelos de negócios, estratégias de marketing, custos, despesas e preços, além de estar antenado nas principais tendências do mercado.

A curiosidade também deve se estender para os impactos que o Design pode trazer para a empresa, como inovação, branding, comunicação e fidelização do consumidor.

É preciso também – como líder – incentivar e instigar a curiosidade dos demais membros do time, por meio de de exercícios e perguntas, não oferecendo respostas prontas aos Designers juniores.

Dica de Leitura: Business Design – Por Que é Importante Saber Sobre Negócios?

Como expandir a curiosidade?

A curiosidade está bastante ligada ao sentimento de querer aprender mais, sempre. Como um aprendiz.

A partir do momento que você passa a se ver como um aprendiz, as suas chances de tornar-se mais curioso se ampliam. Afinal, você deixa de acreditar que sabe tudo e começa a querer aprender.

Questione-se constantemente. Não tenha medo. Lembre-se da criança que há dentro de você. Aquela criança curiosa que não parava de perguntar todos os porquês da vida.

Lembre-se: não importa se você tem 20, 30, 40, 60 ou 80 anos. Se você é Júnior, Pleno, Sênior, Lead ou Manager. Você nunca saberá tudo. Sempre haverá muito mais para se aprender, já que a mudança nunca cessa.

Se está difícil encontrar uma resposta, faça uma viagem. Saia da rotina, procure ver a vida sob um novo ângulo. Somente assim, você será capaz de pensar fora da caixa e de fazer a curiosidade te levar aos caminhos da criatividade.

Um exercício simples

Um exercício simples e interessante é o dos 5 porquês.

Essa técnica consiste em um truque simples: pensar como uma criança e fazer várias perguntas até chegar na raiz do problema.

Imagine o seguinte exemplo: em um determinado site há inúmeras compras não finalizadas. Comece então a busca para descobrir o problema:

  1. Por que existem tantas compras não finalizadas? Porque usuários abandonam o carrinho no momento do checkout.
  2. Por que os usuários abandonam o carrinho no momento do checkout? Porque o valor ficou mais alto do que o esperado.
  3. Por que o valor ficou mais alto do que o esperado? Porque o valor do frete não foi exibido antes do checkout.
  4. Por que o valor do frete não foi exibido antes? Porque não há um campo para informar o CEP da entrega na página do produto.
  5. Por que não há um campo para o CEP na página do produto? Faltou oportunidade, ou ninguém havia pensado nisso.

Pronto. A causa raiz do problema foi a falta do campo para o CEP na página do produto. Esse exemplo, apesar de básico, deve ser seguido em todos os momento de desenvolvimento de um projeto de UX Design.

Isso irá permitir que o designer tenha informações para a tomada de decisão que resultará em produtos e serviços que atendam melhor os usuários.

Dicas adicionais

Quando queremos nos tornar mais curiosos devemos usar todos os canais para ampliar os nossos conhecimentos. Logo, precisamos assistir mais séries, mais documentários, ler mais livros, enfim, ampliar nossos horizontes.

Uma dica de filme é "Comer, Rezar e Amar". Nesse drama, Liz Gilbert (interpretada por Julia Roberts), tem uma vida tranquila, mas percebe que não é feliz. Então, pede o divórcio e embarca em uma viagem de um ano.

A mensagem que o filme nos traz é que precisamos sair da nossa zona de conforto, procurando – por meio da curiosidade – novos prazeres, novas aventuras, novas formas de ver o mundo. Uma frase célebre do filme é: "a ruína é a estrada para transformação".

Uma outra dica é a série "Mind, explained", disponível na Netflix. Nesta série conseguimos entender o que acontece dentro da nossa mente. Somos levados a saber como o cérebro controla a ansiedade, os sonhos, e muito mais.

Um livro interessante que retrata bem esse tema é "Criatividade no trabalho e na vida" de Roberto Menna Barreto. Por meio das diversas viagens realizadas, o autor quebra paradigmas e mostra que a criatividade pode estar ao alcance de todos.

Enfim, quando falamos em curiosidade, precisamos estar abertos para aprender diversos assuntos, ampliando nossos horizontes e nos tornando assim, profissionais mais criativos e muito mais qualificados.

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.
Faça parte da comunidade Aela no Telegram!
Receba nossos conteúdos e notícias em primeira mão