Carreira
10 Características De Quem Se Dá Bem Em UX Design
Lista de conteúdos
Carreira

10 Características De Quem Se Dá Bem Em UX Design

10 Características De Quem Se Dá Bem Em UX Design

Você já parou para pensar em qual tipo de pessoa você é?

Se você é mais comunicativa, mais lógica, gosta de desafios, de resolver problemas, etc.

Uma das coisas que devemos levar em consideração na hora de procurar uma profissão, é entender se o seu perfil está adequado àquela profissão que você quer atuar.

Imagina que você está querendo trabalhar em um banco de investimento, porque sabe que o retorno financeiro é muito interessante. Mas você se esquece de levar em consideração a pressão, a competitividade e a agressividade que essa profissão demanda.

No final, mesmo você conseguindo o emprego dos seus “sonhos” e tendo bons retornos financeiros, ainda assim, você não vai se sentir realizado.

A mesma coisa pode acontecer em UX Design.

É muito comum encontrar pessoas migrando de outras áreas para UX. Ora, se você está insatisfeito com sua atual profissão, a melhor coisa para fazer, é saber se a profissão para qual pretende mudar está alinhada com as suas competências e com o seu jeito de ser.

A pior coisa que pode acontecer é encarar algo novo sem saber se aquilo faz sentido para você ou não.

Por isso, preste atenção nesse mapeamento que fizemos sobre qual tipo de pessoa se dá bem em UX Design. É claro que existem exceções, mas o que fizemos aqui foi identificar o perfil padrão de um UX Designer para que você entenda se essa profissão é para você ou não!

Que tal? Vamos lá?

10 características de ótimos ‘UXers’

1) Amante de bons designs

Pode parecer óbvio, mas se você quer migrar para UX Design, é preciso gostar, ou melhor, amar bons Designs.

E o que é um bom Design para um aspirante a UX Designer?

Um bom Design não é apenas aquele que possui formas bonitas, cores marcantes e um layout que chama atenção. Não! Para o UX, um bom design é aquele que possui uma boa funcionalidade para seus usuários e que se preocupa com a sua experiência.

Portanto, se você é uma pessoa que gosta e que entende que um bom design também está atrelado ao bom funcionamento do produto e das funcionalidades para o usuário, então UX Design é para você!

Dica de Leitura: O Que É UX Design?

2) Gosta de organização

Você não precisa ser uma pessoa que organiza os seus livros em ordem alfabética, cor da capa e horas que levou para ler (nossa, horas que levou para ler é um pouco demais né?!).

Mas você precisa olhar para a sua pilha de livros e pensar: “acho interessante colocar eles separados por tema, aqui na minha prateleira”.

A organização é um ponto importante em UX Design. Você trabalhará com diversas pesquisas, resultados, protótipos, apresentações, testes, etc. Por isso, caso você não seja uma pessoa organizada, você pode ter grandes dificuldades em trabalhar com UX.

Além do mais, ser uma pessoa organizada pode melhorar bastante a sua produtividade, fazendo com que você não perca tempo e tenha mais retrabalho.

3) Gosta de resolver problemas e quebra-cabeças

UX Design: gosta de resolver problemas

O UX Design trabalha justamente com a experiência e com o conceito de Design Centrado no Usuário. Portanto é importante que você tenha interesse em resolver os problemas das pessoas.

Nos projetos, você irá se deparar com diversos problemas, seja na funcionalidade do produto ou na Jornada do Usuário, por exemplo. Então, você precisará investigar e correr atrás das melhores soluções, desenho de melhorias, fazer testes com usuários ou novas pesquisas para melhor entendimento do problema afim de corrigi-lo.

Dessa forma, UX Design é uma profissão para quem gosta de desafios e tem vontade de superar, a cada dia, um quebra-cabeça diferente.

4) Tem sede de aprendizado

Talvez essa questão soe um pouco clichê, afinal de contas aprendizado é importante para qualquer profissão e pessoa.

Contudo, é importante ressaltar que em UX Design é essencial estar ligado nas tendências do mercado, tecnologias que surgem, novas soluções e em novos conceitos.

O aprendizado não é somente na questão conceitual e didática. É preciso estar sempre interessado em saber como andam as empresas, os concorrentes, outros UX Designers e etc, para poder aprimorar constantemente o seu trabalho.

Dica de Leitura: 11 Medos Que Te Impedem de Migrar para UX Design

5) Gosta de pessoas e possui empatia

UX Design: Gosta de pessoas

O UX Designer trabalha para melhorar a experiência do usuário, e o usuário nada mais é do que uma pessoa, de carne e osso!

Trabalhar com UX é gostar de pessoas a ponto de desenvolver soluções que realmente melhorem suas vidas. É ter empatia pelos usuários que possuem dificuldade em usar um tipo de produto ou tecnologia.

Além disso, trabalhar como UX Designer é querer mudar a vida das pessoas por meio de seu trabalho e de suas ações.

A possibilidade de ajudar pessoas por meio do meu trabalho mexeu bastante comigo. Eu entrei em publicidade para ver a minha arte, então quando eu via minhas criações em algum outdoor, eu achava o máximo. No entanto, era algo muito meu. Com o UX e UI, eu consegui realmente impactar positivamente a vida das pessoas, entender suas dores e necessidades e poder entregar o meu melhor para elas. Depoimento do nosso aluno Diogo Alvarez

Portanto, para trabalhar com UX Design é realmente necessário que se tenha empatia e que goste de ajudar as pessoas a melhorarem de vida.

6) É paciente e não desiste facilmente

Trabalhar com UX Design é trabalhar também com uma série de pesquisas e testes. Esse tipo de trabalho requer bastante paciência para ouvir as entrevistas, interpretar os resultados e pensar nos próximos passos.

Além disso, como visto, o dia a dia do UX Designer envolve também a solução constante de problemas. Mas nem sempre é possível solucionar os problemas na primeira tentativa, muitas vezes é preciso persistência!

Testar sempre e falhar rápido

Esse é um dos mantras do UX Design. Portanto, o processo de desenvolvimento de interfaces envolve processos e evoluções constantes. Dificilmente o problema é resolvido totalmente na primeira tentativa.

Dessa forma, as pessoas que trabalham com UX precisam ser persistentes e pacientes para efetuarem um bom trabalho.

Dica de Leitura: Como é o Dia a Dia do UX Designer?

7) Possui boa comunicação e persuasão

Ter uma boa comunicação e habilidade de persuasão são consideradas Soft Skills e podem ser aprendidas ao longo do tempo. No entanto, a pessoa que já possui essas habilidades de início, tem uma vantagem na profissão.

O UX Designer não é aquela pessoa que fica isolada num canto trabalhando sem interações com outras pessoas. Muito pelo contrário.

No dia a dia em UX Design você terá que conversar com diversas pessoas, desde usuários, outros times dentro da empresa, diretores e demais stakeholders. Além de conduzir entrevistas e testes de usabilidade, onde a comunicação é essencial.

Além disso, é muito importante saber comunicar para persuadir. Vender o seu projeto e as suas soluções é essencial como UX Designer.

Dessa forma, ter uma boa comunicação, gostar de se comunicar e ser persuasivo são características fundamentais para você migrar para UX Design.

8) Tem a cabeça aberta e visão global

UX: tem cabeça aberta

Para trabalhar em UX Design é importante estar aberto para novas discussões e visões sobre um mesmo problema. Assim como descrito mais acima, é importante para o UX Designer estar sempre atualizado e aprendendo coisas novas.

Dessa forma, é importante não estagnar a forma de pensar e sempre estar aberto a novos conceitos.

Além disso, não basta apenas pensar no Design e na experiência de seus usuários. Um projeto de UX, sobretudo, tem que estar alinhado aos objetivos da empresa.

Portanto, é importante que o UX Designer tenha essa visão abrangente que vai além do Design e contempla o negócio como um todo: Marketing, Finanças, Psicologia, etc.

Dica de Leitura: Impactos do Product Design no Business

9) Sabe quando ser detalhista e quando não ser

Trabalhar com projetos de UX Design é buscar errar rápido e aprender rápido.

Nesse sentido, o UX Designer tem que ser desapegado com o conceito de perfeccionismo e aceitar as falhas que, inevitavelmente, vão acontecer para conseguir aprender e evoluir continuamente.

Além disso, a realidade do dia a dia dos projetos requer certa dinâmica e senso de urgência. Dessa forma, é complicado alinhar rapidez com perfeição.

Não estamos falando para executar os projetos de qualquer jeito priorizando somente os prazos. Mas é importante entender que, muitas vezes, não conseguimos desenhar e projetar o produto perfeito, e tudo bem.

Portanto, o mais importante é desenvolver, testar, errar e aprender com o erro, buscando uma processo de melhoria contínua. Pois, se ficarmos esperando um produto perfeito, sem querer testar, errar e entender o que está errado com ele, nunca iremos lançar um produto.

10) Não é procrastinador

Talvez essa questão seja um pouco óbvia e seja comum a diversas profissões e não somente a UX Design.

Deixar para depois, não dar prioridade as demandas importantes, com certeza não faz parte do perfil de um UX Designer.

Afinal, nosso trabalho muitas vezes é gerido por sprints de 2 semanas, além do fato de que outras áreas e profissionais dependem de nossas entregas para darem continuidade ao projeto.

Assim, você precisa estar afim de fazer e entender a importância do seu papel e de cada passo do projeto.

Dica de Leitura: Design Sprint – Como Acelerar o Desenvolvimento de um Produto?

Preciso ter background em design para migrar para UX?

Essa dúvida é extremamente recorrente e frequentemente a colocamos em nossos textos para desmistificar essa questão.

Ao contrário do que se pensa, não é preciso ter um background em Design para trabalhar com UX Design.

A verdade é que o UX é uma área multidisciplinar. Qualquer background diferente pode ser interessante para agregar conhecimento à função.

Para comprovar essa afirmação, a InVision conduziu uma pesquisa que mostrou o quanto as empresas dão valor aos profissionais com outros backgrounds.

Experiências valorizadas em UX Design
2019 Product Design Hiring Report by InVision

Além disso, diversos alunos do nosso curso MID — Master Interface Design — vieram de diferentes backgrounds e afirmam que essa diversidade é bastante positiva em suas carreiras.

Alunos do MID com background diferente

Apenas alguns exemplos de nossos alunos que vieram de backgrounds diferentes!

Confira esses e outros depoimentos de quem migrou para UX Design!

Portanto, não se preocupe. Porque não possuir um background em Design não te impede de migrar para UX Design e mandar bem na profissão, ao contrário, pode até ser um diferencial.

Você se encaixa no perfil de UX Design?

Depois de ter lido todo esse artigo, o que você pensa sobre migrar para UX Design? Você ficou empolgado ou você se sente inseguro, ainda?

Lembre-se de que traçamos algumas ideias de perfil que fazem com que a adaptação para UX Design seja mais fácil.

Isso não quer dizer que você não sirva para UX Design, caso você não tenha se identificado com todas as competências acima listadas. Já que existem diversas delas que você pode desenvolver, principalmente durante suas primeiras experiências em UX Design.

Se é algo realmente que você quer, migrar para UX, então faça! Se desenvolva em suas fraquezas, se diferencie em seus pontos fortes, procure mais informações, acesse nossos outros artigos no Blog e entre em contato com a gente para saber como podemos te ajudar nesse processo.

if(window.strchfSettings === undefined) window.strchfSettings = {};window.strchfSettings.stats = {url: “https://aela-io.storychief.io/pt/10-caracteristicas-de-quem-se-da-bem-em-ux-design?id=257758194&type=2”,title: “10 Características De Quem Se Dá Bem Em UX Design”,id: “6aa280f8-87e7-4053-a27d-291065009b13”};(function(d, s, id) {var js, sjs = d.getElementsByTagName(s)[0];if (d.getElementById(id)) {window.strchf.update(); return;}js = d.createElement(s); js.id = id;js.src = “https://d37oebn0w9ir6a.cloudfront.net/scripts/v0/strchf.js”;js.async = true;sjs.parentNode.insertBefore(js, sjs);}(document, ‘script’, ‘storychief-jssdk’))

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!


Cursos

Temos orgulho de ter todo mês novos alunos contratados em países como Brasil, Irlanda, Portugal, Áustria, Nova Zelândia e Canadá.