Arte
Composição Fotográfica: Técnicas e Conceitos Para Suas Fotos
Baixar em PDF
Lista de conteúdos
Arte

Composição Fotográfica: Técnicas e Conceitos Para Suas Fotos

Composição Fotográfica: Técnicas e Conceitos Para Suas Fotos

A composição fotográfica é um conceito importante para que você consiga organizar e estruturar as suas fotos de acordo com a mensagem, emoções e história que queira passar para as pessoas.

Neste artigo, explicaremos algumas técnicas que vão fazer toda a diferença para a composição das suas fotos.

A composição e as artes

O termo composição é bastante utilizado quando nos referimos a diversas manifestações artísticas, como pinturas, música, fotografia, dança e até mesmo literatura.

De maneira geral, a composição nas artes está relacionada à posição dos elementos e objetos numa peça, criando significado e passando a mensagem/ ideia do ou da artista.

Portanto, podemos concluir que a composição é um dos elementos mais importantes dentro das artes e deve ser utilizada com cautela. O equilíbrio da composição, ou seja, a quantidade e a posição dos objetos, é importante para a criação de uma peça de arte única.

Uma composição desequilibrada pode não chamar a atenção das pessoas para o foco da peça, ao mesmo tempo que cria uma falha na comunicação entre artista e observadores.

Dica de Leitura: História da Fotografia – Tecnologias, Artes e Guerra

A composição fotográfica

Composição fotográfica
Photographer: Daniel Schaffer | Source: Unsplash

A composição fotográfica é um dos alicerces de uma boa fotografia. Ela é responsável por guiar os olhos de quem observa, seguindo uma ordem pensada por entre todos os elementos da foto.

Nesse sentido, a composição é a responsável por contar a história da foto e passar a mensagem exatamente como os fotógrafos a idealizaram.

Por isso, a composição fotográfica também é sobre o posicionamento dos fotógrafos e dos objetos para capturar a foto. Parte do trabalho é saber em qual lugar posicionar cada elemento, para determinar o quê e como será fotografado.

Existem, portanto, diversas técnicas, conceitos e dicas para efetuar uma boa composição fotográfica. Mais à frente, neste texto, abordaremos todos esses temas importantes.

Por enquanto, deixamos uma pergunta para reflexão:

O que é uma boa composição fotográfica?

Por conta da grande importância da composição na fotografia, podemos ficar com essa dúvida martelando na cabeça.

O que é uma boa composição fotográfica?

Antes de mais nada, é importante lembrar que a fotografia é uma arte visual. Sendo considerada uma arte, o conceito de bom e ruim é muito relativo e depende de muitos fatores, que vão além das técnicas empregadas.

Dito isto, uma boa composição fotográfica pode ser considerada aquela que possui um equilíbrio perfeito entre os elementos e técnicas, alinhado com a mensagem do fotógrafo, para despertar emoções específicas na audiência.

Ao mesmo tempo, uma composição pode ser interessante sem que a gente consiga dizer o porquê, simplesmente porque ela é. Esse aspecto intangível é o que deixa a arte da fotografia intrigante.

No entanto, não dá para confiar somente nesse instinto artístico no momento de capturar as fotos. É importante ter o conhecimento sobre os elementos e técnicas para que a composição fotográfica possa ser construída de forma pensada e intencional.

Elementos da composição fotográfica

Tendo em mente que a composição fotográfica é importante para guiar os olhos de observadores, chamando sua atenção para áreas de interesse, existem alguns elementos fundamentais que fotógrafos precisam conhecer para melhor estruturar suas fotos. São eles:

  • Pontos;
  • Linhas;
  • Formas;
  • Texturas;
  • Cor;
  • Tonalidades;
  • Distância;
  • Equilíbrio;
  • Espaços;
  • Padrões.

1) Pontos

Os pontos representam áreas de interesse e são responsáveis por construir a estrutura da foto.

Nesse sentido, os pontos chamam a atenção das pessoas, sendo, geralmente, o primeiro lugar que elas olham, em uma composição fotográfica.

No entanto, os pontos não precisam ser literalmente pontos. Eles podem ser o encontro de áreas de interesse, bem como o lugar onde duas linhas se cruzam, ou apenas um local de grande destaque na foto.

No exemplo abaixo, podemos observar que os pontos da foto são os topos das árvores; elas são o primeiro lugar em que nossos olhos repousam a atenção.

Composição fotográfica: pontos
Photographer: Ian Keefe | Source: UnsplashPhotographer: Ian Keefe | Source: Unsplash

2) Linhas

As linhas são outro elemento fundamental na composição fotográfica e são utilizadas para guiar os olhos pela foto.

Se pontos demonstram áreas de interesse, as linhas conectam cada uma dessas áreas, contando a história da foto de uma maneira lógica.

Da mesma forma que os pontos, as linhas não são literalmente linhas — ou não precisam ser. Qualquer elemento que conecte dois pontos pode ser considerado uma linha.

Composição Fotográfica: linhas
Photographer: Lily Banse | Source: Unsplash

No exemplo acima, além da própria rua fazer as vezes de linha, levando nossos olhos até os prédios ao fundo (pontos/ áreas de interesse), temos também o topo dos prédios das calçadas, traçando linhas em perspectiva até a mesma área de interesse.

Dica de Leitura: Perspectiva – Aprenda Como Utilizar Essa Técnica Nas Artes Visuais

3) Formas

As formas são elementos da composição fotográfica um pouco mais complexos do que as linhas e os pontos.

Em uma fotografia, as formas podem ser qualquer objeto ou conjunto de objetos que tem como objetivo atrair a atenção das pessoas e compor a estrutura da fotografia.

Formas
Photographer: All Bong | Source: Unsplash

No exemplo acima, o próprio objeto — prédio — é a forma da composição fotográfica, um retângulo.

Composição fotográfica: formas
Photographer: Jeremy Bishop | Source: Unsplash

No entanto, as formas podem ser menos concretas e mais abstratas, como o formato circular de uma onda, por exemplo.

4) Texturas

As texturas trazem mais emoção para a composição fotográfica e podem ser apenas um complemento a um objeto, ou ser o assunto principal da foto.

De maneira geral, texturas tendem a chamar bastante atenção e devem ser utilizadas com bastante cautela para não distrair a audiência. Nesse sentido, as texturas podem trazer complexidade para a foto se usadas com mais agressividade, ou apenas complementar o tema principal abordado pelo fotógrafo.

Texturas
Photographer: Mehdi MeSSrro | Source: Unsplash

Na foto acima, a textura da areia é um dos elementos principais da foto. Já no exemplo abaixo, a textura da névoa trabalha mais como um complemento ao tema principal.

Composição Fotográfica: texturas
Photographer: Artem Sapegin | Source: Unsplash

5) Cor

Não tem como negar que as cores têm um papel importante nas fotografias. Aqui, também vale ressaltar as fotos em preto e branco, que trazem outro tipo de apelo justamente por conta da “falta”de cor.

As cores têm significados diferentes e podem levar diversos tipos de emoção para as fotos e para quem as observa.

Portanto, é importante entender quais as cores dos objetos que vão compor a sua foto, para conseguir tirar maior proveito de cada emoção e significado que elas vão levar até o espectador.

Foto e cores
Photographer: Ed Leszczynskl | Source: Unsplash

Na foto acima, o vermelho é a cor em destaque. Uma cor viva que remete a uma certa agressividade e excitação.

Outras cores possuem outros humores, como verde e azul, cores frias. Elas trazem sentimentos opostos ao vermelho, uma cor quente.

Abaixo, o azul traz uma sensação de tranquilidade e calmaria. Por isso, é sempre importante levar em consideração qual a mensagem a ser passada com a foto e qual as cores que mais se alinham com ela, em sua composição fotográfica.

Composição fotográfica: cores
Photographer: Antoine Rault | Source: Unsplash

6) Tonalidade

A tonalidade está relacionada também às cores das foto e da sua composição fotográfica. Mas, além disso, também se relaciona com contraste, brilhos e sombras.

Assim como as cores, a tonalidade contribui com a intenção e a mensagem da foto. Ainda, ajudam a destacar pontos de interesse e contribuem com o fluxo de atenção de quem observa.

Apesar do ajuste de tonalidade poder ser feito em programas de pós-produção, como o Photoshop, pensar nesse elemento no momento da captura é importante para intensificar o significado e a mensagem da foto.

composição fotográfica: tonalidade
Photographer: Stefano Zocca | Source: Unsplash

A foto acima traz um contraste bem forte entre as montanhas ao fundo e a floresta. A ideia foi levar nossos olhos para os pontos de interesse e, nesse sentido, regiões mais claras tendem a chamar mais a atenção.

Dica de Leitura: Gerenciamento de Cores – Controle a Consistência das Cores do Seu Projeto

7) Distância

O elemento da distância na composição fotográfica é literalmente o intervalo físico entre dois objetos na fotografia.

Se a distância for muito curta, os objetos entram em conflito e o resultado pode ser uma mensagem conflitante e complexa. Ao mesmo tempo, conforme vamos colocando mais e mais objetos, o espaço vai ficando cada vez mais reduzido e a questão da distância vai ficando mais complicada de ser trabalhada.

Nesses casos, quem captura a fotografia pode se movimentar para encontrar o melhor ângulo com distâncias que fazem mais sentido para a mensagem que se quer passar.

Distâncias
Photographer: Timon Studler | Source: Unsplash

8) Equilíbrio e peso visual

Peso visual está relacionado com a quantidade de atenção que cada objeto possui na foto, na composição fotográfica.

Por consequência, equilíbrio é sobre ter um balanceamento entre as atenções dos objetos, de maneira que a foto fique estável, visualmente falando.

No entanto, entender o que é equilíbrio não significa que seu uso é obrigatório nas fotografias. O desequilíbrio traz outras emoções e pode ser uma boa ferramenta para passar a ideia desejada para a audiência.

É sempre bom lembrar que nas artes quebrar regras também é uma regra.

Composição fotográfica: peso e equilíbrio
Photographer: Vincent van Zalinge | Source: Unsplash

Na foto acima, temos um exemplo de simetria, que é quando os pesos visuais da foto estão completamente equilibrados.

Fotos: Peso e equilíbrio
Photographer: Ricardo Viana | Source: Unsplash

Pesos visuais compondo um desequilíbrio na composição fotográfica trazem complexidade e apelo para outros significados e mensagens.

9) Espaços positivos e negativos

Os espaços não devem ser confundidos com o elemento da distância, na composição fotográfica.

Espaços são as partes da foto que possuem mais ou menos atenção, sendo positivos quando possuem mais atenção e peso visual; e negativos quando possuem menos atenção e peso visual.

Fotografias com mais espaços positivos são mais complexas e mais “cheias”, enquanto aquelas com mais espaços negativos dão a sensação de vazio.

No exemplo abaixo, há mais espaços negativos do que positivos:

Composição fotográfica: espaços positivos e negativos
Photographer: frank mckenna | Source: Unsplash

10) Padrões

Padrões se referem aos elementos visuais que se repetem de forma artificial — como em trabalhos arquitetônicos — ou natural — como as penas de um pássaro.

Assim como as texturas, os padrões trazem mais emoção e atenção aos olhos da audiência. Por isso, na maioria das vezes, os padrões vão indicar um grande ponto de interesse da foto.

No exemplo abaixo, um padrão natural.

Composição fotográfica: padrões
Photographer: Alexander Sinn | Source: Unsplash

Dica de Leitura: Padronização Em UI – Design De Interfaces Consistentes

Alinhamentos na composição fotográfica

Outro aspecto importante para considerar na composição fotográfica é a direção e o alinhamento geral da foto.

Nesse sentido, existem 4 tipos de composição:

  1. Horizontal;
  2. Vertical;
  3. Diagonal;
  4. Circular

1) Horizontal

A composição horizontal é composta por linhas horizontais, como a do pôr do sol, ou a linha que “separa” o mar do céu, por exemplo.

Via de regra, esse tipo de composição traz emoções mais tranquilas, de estabilidade e calmaria, para a audiência.

Composição fotográfica: alinhamento horizontal
Photographer: Quino Al | Source: Unsplash

2) Vertical

Seguindo a mesma lógica, a composição fotográfica vertical baseia-se numa estrutura a partir de linhas verticais.

Ao contrário da composição horizontal, as linhas verticais causam emoções mais agitadas, de crescimento e autoridade.

Composição fotográfica: alinhamento vertical
Photographer: zero take | Source: Unsplash

De maneira geral, uma composição vertical é capturada em modo retrato, enquanto que a composição horizontal em modo paisagem.

No entanto, isso não é uma regra. O importante é entender qual o melhor formato que atende os interesses e intenções da fotografia.

3) Diagonal

Quase com as mesmas intenções do que a vertical, a composição diagonal traz mais dinamismo e movimento para a fotografia.

Nessa estrutura, as linhas se cruzam e criam pontos de interesse para chamar a atenção de quem está observando. Além disso, linhas diagonais também são importantes para criar profundidade e perspectiva na composição.

Composição fotográfica: alinhamento diagonal
Photographer: Marc-Olivier Jodoin | Source: Unsplash

4) Circular

A composição circular traz harmonia e equilíbrio para as fotografias. Além disso, formas circulares tendem a chamar mais a atenção das pessoas e dão movimento para a composição.

Composição fotográfica: alinhamento circular
Photographer: Chris Lutke | Source: Unsplash

Dica de Leitura: Alinhamento Em UI Design – O Conceito Invisível Da Interface

Outras técnicas de composição fotográfica

A composição fotográfica é um assunto bastante complexo e que envolve diversos conceitos e técnicas.

Nesse sentido, além dos pontos já apresentados nesse texto, existem outras técnicas fundamentais para melhorar a composição fotográfica do seu trabalho:

  • Regra dos terços;
  • Regra do espaço;
  • Composição Triangular
  • Regra do ímpar;
  • Golden Ratios;
  • Enquadramento;
  • Profundidade e camadas.

Regra dos terços

A regra dos terços é uma das mais comuns e conhecidas até por quem não é profissional de fotografia. Por isso, é às vezes considerada como uma técnica amadora.

Essa técnica consiste em dividir o enquadramento em 9 quadrados iguais, formando 3 terços, com duas linhas horizontais e duas linhas verticais.

A regra dos terços é tão conhecida que qualquer câmera e até mesmo smartphones possuem esse tipo de grid nas configurações.

A ideia é que as intersecções entre as linhas que formam os terços sejam guias para posicionar as áreas de interesse da sua foto.

Photographer: Eric Ward | Source: Unsplash

Essa regra funciona para qualquer tipo de fotografia e para qualquer direção, seja em retrato ou em paisagem.

Regra do espaço

A regra do espaço se aplica bastante quando você tem um objeto em movimento na sua foto.

Nesse sentido, é importante deixar um espaço na frente do objeto, dando respiro para que quem observa possa ver o caminho que ainda precisa ser percorrido.

Mas é claro que toda regra pode ser quebrada, ainda mais quando falamos sobre composição fotográfica. Se a intenção for dar tensão e um apelo emocional à foto, você não precisa trabalhar com a regra do espaço.

Composição Fotográfica: Regra do espaço
Photographer: SwapnIl Dwivedi | Source: Unsplash

Composição Triangular

Quando falamos sobre elementos da composição fotográfica, apontamos que as formas são importantes para chamar a atenção das pessoas.

Nesse sentido, é importante ressaltar que o triângulo é a forma mais popular em composições fotográficas.

A composição triangular é uma técnica na qual o enquadramento é divido por uma linha diagonal e duas outras linhas menores, formando 4 triângulos.

Composição triangular

Assim como na regra dos terços, as áreas de interesse devem ficar, preferencialmente, nos pontos de intersecção das linhas dos triângulos.

Dica de Leitura: Luz – A Matéria-Prima Da Fotografia

Regra do Ímpar

A regra do ímpar diz que números diferentes chamam mais a atenção das pessoas.

Enquanto que números pares dão a sensação de simetria e estabilidade, trabalhar com números ímpares traz um desequilíbrio interessante para a composição fotográfica.

Dessa forma, utilizar a quantidade de objetos para chamar a atenção da audiência é uma técnica bastante interessante.

Composição fotográfica: regra do ímpar
Photographer: Jakob Owens | Source: Unsplash

Golden Ratios

Os golden ratios são as proporções áureas das composições fotográficas. Ou seja, são proporções matemáticas que ajudam a montar uma composição mais harmoniosa.

Existem dois tipos de golden ratios mais utilizados na fotografia:

  • Golden Grid;
  • Fibonacci.

O Golden Grid se assemelha bastante com a regra dos terços, mas ao invés de dividir o quadro em 9 quadrados iguais, o Golden Grid tem os quadrados do meio levemente mais estreitos do que os demais.

Golden Grid

Já o Fibonacci é uma proporção circular. Apesar de parecer um pouco estranho no começo, as formas circulares são muito comuns na natureza. Por isso, aplicar o Fibonacci nas fotografias pode trazer mais naturalidade e uma boa estética para a sua composição.

Fibonacci

Enquadramento

Existem diversas técnicas de enquadramento que podem ser utilizadas na sua composição fotográfica.

Uma interessante é a de sub-enquadramento, em que você coloca um enquadramento secundário ao enquadramento real da sua foto. Se ficou um pouco confuso, uma imagem vale mais do que mil palavras, não é?

composição fotográfica: enquadramento
Photographer: Leanne Fisher | Source: Unsplash

Perceba que a foto enquadra uma abertura que funciona como um outro enquadramento. Um sub-enquadramento proposital.

No exemplo acima, esse tipo de enquadramento fica mais evidente. Mas é possível trabalhar essa técnica de forma mais sutil.

enquadramento
Photographer: Waranont (Joe) | Source: Unsplash

Nesse outro exemplo, os galhos da árvore formam um tipo de enquadramento para chamar atenção para a montanha ao fundo.

A ideia do enquadramento é sempre colocar em evidência o objeto de interesse da fotografia.

Profundidade e camadas

Outra técnica interessante é a introdução de camadas na sua composição fotográfica, utilizando distâncias diferentes e criando profundidade.

O objeto e ponto de interesse pode ficar tanto no primeiro plano, quanto no meio, quanto ao fundo. Tudo vai depender da intenção e da mensagem que queremos passar.

Composição fotográfica: camadas
Photographer: Henry Julius | Source: Unsplash

No exemplo acima, o plano de fundo são os prédios fora do foco e o primeiro plano a xícara.

Incorporando a composição fotográfica

Se você chegou até aqui, talvez tenha tomado um susto com a quantidade de elementos, técnicas e conceitos que apresentamos aqui. E, na verdade, existem muito mais para aprender além desses que escrevemos aqui.

No entanto, segure a ansiedade! Você não precisa aprender tudo para tirar boas fotos e montar boas composições fotográficas.

A base teórica é importante, mas é necessário praticar. Então, estude as teorias que achou mais interessante primeiro e tente aplicá-las.

A prática, além de fazer com que você se acostume com a teoria, ajuda a aperfeiçoar o seu olhar para as fotos e, com isso, você incorpora cada vez mais as técnicas ao seu estilo.

Lembre-se de que uma foto vai além da estética, então estude as técnicas até mesmo para conseguir quebrar as regras e passar a mensagem e a história que você quer.

Se você gostou desse conteúdo não se esqueça de clicar em curtir e compartilhar! Esse pequeno gesto ajuda bastante no nosso trabalho! Fique à vontade para continuar navegando aqui e, caso queira receber nossos conteúdos por email, inscreva-se na nossa newsletter!


Cursos

Nosso maior orgulho é todo mês ter pessoas da comunidade contratadas em grandes empresas, em países como
Brasil, EUA, UK, Irlanda, Alemanha, Holanda, Espanha, Portugal, Áustria, Rep. Tcheca, Nova Zelândia e Canadá.